Ceará

Incêndio atinge área usada para reintegração de animais silvestres no Ceará

Um incêndio florestal atingiu cerca de 20 hectares da área de vegetação de Cruz de Pedras, no município de Iguatu, região Centro-Sul do Ceará. A localidade é utilizada para reintegração de animais silvestres apreendidos nas proximidades, constituindo o importante ambiente para manutenção das espécies.

Nos primeiros dias do ano, a ocorrência de incêndios tem se intensificado nas regiões Norte e Centro-SulEspecialistas apontam que mais de 90% dos focos de incêndio no Estado acontecem no segundo semestre do ano.

“Toda a água da viatura foi utilizada, mais o material de sapa e bombas costais. Nesta área deixamos os animais silvestres que são capturados na cidade de Iguatu e região, principalmente cobras“, informou o tenente-coronel Nijair Araújo Pinto, do 4º Batalhão dos Bombeiros de Iguatu, sobre a ocorrência em Cruz de Pedras.

Segundo semestre

O segundo semestre do ano é mais propenso à ocorrência de incêndios florestais por conta da vegetação seca, altas temperaturas e baixas umidades. Neste ano, por conta da quadra chuvosa acima da média, a vegetação ficou mais densa, o que pode facilitar incêndios de maiores proporções.

Para mitigar estes impactos, o Corpo de Bombeiro pede que a população denuncie pelo telefone 193.

Nos primeiros seis dias do mês, o Estado já registrou 25 focos de incêndio, segundo Mapa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O valor representa quase 40% do total registrado nos 31 dias do mês de julhoque já foi acima da média histórica, segundo o Instituto Nacional


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você