Brasil

Incognia (ex Inloco) capta US$ 15,5 milhões para acelerar expansão global

Startup foi fundada em 2014, em Pernambuco, e atuou no mercado de mídia digital como Inloco. Seu reposicionamento para Incognia aconteceu em 2021 e suas soluções de autenticação protegem mais de 200 milhões de smartphones

 

 

 

 

 

 

 

Em rodada de investimentos Séries A, a Incognia, empresa fundada por brasileiros, com sua solução de identidade mobile por localização, anunciou nesta quinta-feira (2) a captação de US$ 15,5 milhões, liderada pela Point72 Ventures.

 

O financiamento vai impulsionar a expansão global da empresa e colabora com o desenvolvimento de soluções que potencializam a segurança de contas e o combate de perdas por golpes em aplicativos mobile. O valor recebido será destinado para ação de marketing, investimento na eficiência do negócio como um todo – investindo em ferramentas para melhorar capacidade de monitoramento e escala e consequente investimento na geração de empregos para as áreas de vendas e marketing.

 

“Novos golpes de engenharia social e roubos de celulares estão forçando as instituições financeiras a inovar nas suas técnicas de prevenção a fraude, impulsionando nosso crescimento”, afirma André Ferraz, cofundador e CEO da Incognia. “A partir destes novos investimentos, vamos consolidar nossa posição como liderança global em autenticação baseada em localização, combatendo efetivamente os crescentes golpes em dispositivos móveis em todo o mundo”, complementa o CEO, que atualmente reside em Palo Alto, na Califórnia (USA). 

 

As unidades da startup que vão crescer são as bases localizadas em Palo Alto, na Califórnia e Nova Iorque (USA), São Paulo e Recife , no Brasil. As projeções para o final deste ano, segundo o CEO, André Ferraz, é alcançar meio bilhão de usuários do mundo, em especial no Brasil, EUA, Índia e México. 

 

Em janeiro de 2021, a Inloco anunciou seu reposicionamento para Incognia e nos últimos 18 meses focou no desenvolvimento de soluções de autenticação que já protegem mais de 200 milhões de usuários em mais de 20 países, unindo segurança digital a uma experiência sem fricção para quem utiliza apps.

 

Fraudes

 

Segundo a consultoria financeira Javelin Strategy and Research, as perdas por fraude de identidade totalizaram US$52 bilhões e afetaram 45 milhões de pessoas apenas nos EUA em 2021. No Brasil, os números bateram recorde no ano passado, de acordo com o Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian.  

 

A fraude cibernética no setor bancário não é novidade no Brasil, sendo que só em 2020 foram cerca de 8,4 bilhões de tentativas registradas. O will bank, antigo Meu pag!, fintech que oferece crédito sem cobrar taxas e serviços e produtos financeiros livres de tarifas, também foi alvo recente de tentativas de golpe, e recorreu à tecnologia da Incognia para proteger seus mais de 1,7 milhões de clientes.

 

Com a aplicação da tecnologia, o app do will bank passou a contar com uma camada adicional de segurança, que é privada e trabalha em segundo plano, para detecção de situações de risco em sua carteira digital, como por exemplo, golpes envolvendo engenharia social. De Janeiro a Maio de 2021, Incognia analisou mais de 72 milhões de logins vindos de mais de 1,3 milhão de usuários do app e os resultados foram a redução de 90% dos custos associados ao roubo de conta e de 80% nos casos de roubo de conta.

 

Tecnologia 

 

As soluções de segurança digital voltadas para aplicativos, a partir da sua tecnologia proprietária de localização, combinam o comportamento único de localização dos usuários e a inteligência dos dispositivos. Dessa forma, é possível diferenciar com precisão e em tempo real, usuários confiáveis ​​de fraudadores, otimizando a experiência e protegendo a jornada completa nos apps. 

 

A autenticação baseada em localização da Incognia oferece uma nova abordagem à segurança em aplicativos, sem requerer nenhuma ação do usuário, sendo mais de 17 vezes mais precisa do que o FaceID na identificação exclusiva e com taxas de baixíssimas de erro, inferiores a 1 em 17 milhões de validações. 

 

“A tecnologia da Incognia de antifraude para aplicativos ataca um dos principais problemas do crescimento da economia digital. As soluções da Incognia geram resultados impressionantes de proteção, não violam a privacidade dos usuários e são escaláveis ​​globalmente. A nova rodada, liderada pela Point 72, corrobora a liderança da Incognia no espaço de segurança cibernética. Temos muito orgulho de sermos parceiros do time Incognia e de levar uma tecnologia disruptiva do Brasil para o mundo”, conta Patrícia Moraes, fundadora e sócia da Unbox Capital. 

 

De acordo com Adam Carson, sócio da Point72 Ventures, as soluções desenvolvidas pela Incognia têm revolucionado a forma de proteger contas de usuários contra as crescentes fraudes. Acreditamos que a Incognia está na vanguarda da identidade e autenticação mobile, e qualquer aplicativo financeiro, das mais diversas naturezas têm o potencial de se beneficiar de suas soluções”. Além de aplicativos financeiros, a Incognia tem o olhar voltado para outros segmentos como delivery, gaming, aplicativos sociais e m-commerce nos mercados globais.  

 

 

Foto: André Ferraz

 

André Ferraz é Co-fundador da Incognia, empresa brasileira privacy-by-design de identidade mobile por localização. Estudou Ciência da Computação na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), além de programas executivos em Stanford e Oxford. 

 

  • Luciana Leão, com informações da Loures Comunicação


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp