Bahia

Inscrições para 5ª edição do Prêmio Espírito Público podem ser feitas até o dia 10 de agosto

Servidores públicos vão concorrer a prêmios de R$ 10 mil (individual) e R$ 15 mil (projeto)

 

 

 

Estão abertas até o dia 10 de agosto as inscrições para o maior prêmio dedicado aos profissionais públicos do Brasil. Em sua quinta edição, o Prêmio Espírito Público 2022 irá oferecer prêmios de R$10 mil (categoria Pessoas que Transformam) e R$15 mil (categoria Projetos que Transformam).

Além do prêmio em dinheiro, os vencedores participarão de uma cerimônia de premiação e também de uma imersão de aprendizagem com especialistas em gestão pública. As inscrições podem ser feitas pelo site www.premioespiritopublico.org.br.

 

 

“Mostrar a trajetória de cada um desses servidores é o maior legado do Prêmio Espírito Público. A visibilidade e a disseminação de boas práticas pelo país fazem a diferença”, avalia Helena Wajnman, diretora executiva da República.org.

 

Com o objetivo de identificar, reconhecer e valorizar profissionais dedicados à qualidade dos serviços públicos no país, o Prêmio Espírito Público já contemplou 75 pessoas e três instituições em todas as regiões do país desde a sua primeira edição. No ano passado, no quesito Meio Ambiente, uma das vencedoras foi Natália de Freitas (foto), da Bahia.

 

A premiação é uma iniciativa da Parceria Vamos, formada pela Fundação Lemann, Instituto Humanize e a República.org – organizações da sociedade civil que atuam no fortalecimento das lideranças do setor público e do terceiro setor.

 

 

“Há diversos estudos que mostram como a valorização é importante para que as pessoas se sintam motivadas no trabalho. É fundamental reconhecermos os servidores públicos como prestadores de serviços essenciais. Sem eles, não teríamos conseguido enfrentar essa pandemia da Covid-19 nem conseguiríamos avançar na luta pela redução da desigualdade. Premiar essas pessoas é a nossa forma de dizer: acredite no seu poder de transformação”, destaca Helena Wajnman.

 

 

Na categoria Pessoas que Transformam poderão participar profissionais públicos que trabalham atualmente na administração pública direta ou indireta (incluindo fundações, autarquias e empresas públicas), nas esferas federal, estadual ou municipal.

Os profissionais devem ter, no mínimo, cinco anos de atuação no setor público. Esta categoria oferecerá cinco eixos setoriais: Desenvolvimento Social, Meio Ambiente, Saúde, Segurança Pública e Intersetorial. O eixo Intersetorial foi criado nesta edição para incluir profissionais que tenham atuado em áreas diversas e/ou multidisciplinares (como Saúde-Educação ou Segurança Pública-Meio Ambiente, por exemplo). Esse eixo também irá abarcar profissionais de outras áreas não contempladas que queiram se inscrever, como a jurídica ou de gestão pública.

A categoria Projetos que Transformam reconhecerá o trabalho feito nas áreas de Enfrentamento à Covid-19, Gestão de Pessoas e Educação. Poderão se inscrever grupos compostos por no mínimo três profissionais públicos, sendo uma pessoa representante da equipe e responsável pela inscrição. Todos os membros deverão ter, no mínimo, cinco anos de atuação no setor público brasileiro na última década.

A 5ª edição do Prêmio Espírito Público traz outra novidade: neste ano haverá uma menção honrosa para iniciativas que promovam a inclusão social e produtiva de grupos historicamente sub-representados no país (mulheres, pretos, pardos, indígenas, quilombolas, pessoas com deficiência e população LGBTQIAP+). O vencedor do eixo Promoção de Diversidade será selecionado por votação popular, e as candidaturas serão apresentadas a partir de indicações dos parceiros institucionais do Prêmio Espírito Público.

*Seleção e premiação*

A escolha dos vencedores das demais categorias (Pessoas que Transformam e Projetos que Transformam) será feita por júris e comitês compostos por servidores públicos, acadêmicos, representantes do terceiro setor e de organizações, além de ganhadores de edições anteriores. Critérios como diversidade, impacto social, contribuição técnica, capacidade de mobilização e efeito multiplicador, iniciativa e integridade serão observados pelos jurados.

A categoria Projetos que Transformam selecionará três vencedores e a categoria Pessoas que Transformam escolherá cinco – um vencedor por cada eixo (Desenvolvimento Social, Meio Ambiente, Saúde, Segurança Pública e Intersetorial). A cerimônia de premiação está prevista para novembro. Os premiados passarão ainda a compor uma rede exclusiva formada pelos ganhadores do Prêmio nas quatro edições anteriores.

Criado em 2018, o Prêmio Espírito Público busca contribuir para a valorização da imagem do profissional público no Brasil. O prêmio tem como objetivo ainda inspirar e estimular mais pessoas a ingressarem na carreira pública.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp