Brasil

Internautas tiram sarro de Carlos Bolsonaro e sugerem criar a “Parada LGPD”

O vereador Carlos Bolsonaro confundiu a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) com LGBT (sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans) e pensou que, no projeto, um artigo sobre “autodeterminação informativa” se tratava de identidade de gênero.

247 – Internautas foram ao Twitter tirar sarro com o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), após o parlamentar confundir a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) com LGBT (sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans).

O filho de Jair Bolsonaro pensou que, no projeto, um artigo sobre “autodeterminação informativa” se tratava de identidade de gênero.

“Você vê por aí gente que se autodetermina tigre, leão, jacaré, papagaio, periquito. Novamente, repito, isso não é piada”, disse o parlamentar durante uma audiência para debater a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), na Câmara de Vereadores do Rio. O relato foi publicado pelo jornal O Globo

“Então, a partir do momento que você coloca, ignorando legislações superiores que caracterizam o sexo da pessoa como homem e mulher, X e Y, baseado na ciência, e você entra com uma característica de autodeterminação, fica algo muito vago”, acrescentou o vereador. 

 

 

*Brasil 247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp