Política

Jair Renan Bolsonaro abriu empresa com ajuda de Marconny Faria, lobista investigado pela CPI da Covid

Jair Renan Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, abriu a empresa Bolsonaro Jr Eventos e Mídia com a ajuda do lobista Marconny Albernaz de Faria, investigado pela CPI da Covid como um dos intermediários da Precisa Medicamentos, diz a Folha de S. Paulo.

 

O jornal obteve mensagens de WhatsApp trocadas entre o lobista e Jair Renan após a quebra de sigilo de Marconny Faria a pedido do Ministério Público Federal do Pará e de análise de documentos da Receita Federal.

 

A abertura da empresa começou a ser tratada entre Jair Renan e Marconny Faria em 17 de setembro de 2020. À época, o lobista escreveu ao filho de Bolsonaro: “bora resolver as questões dos seus contratos!! Se preocupe com isso. Como te falei, eu e o William estamos a sua disposição para ajudar te ajudar”.

 

“Show irmão. Eu vou organizar com Allan a gente se encontrar e organizar tudo”, respondeu Jair Renan.

 

Marconny afirmou: “temos que marcar uma reunião para me dizer o que está precisando. bora marcar na segunda”. O 04, como é chamado Jair Renan, concorda: “talkei”.

 

Na mesma data, Marconny entra em contato com William de Araújo Falcomer dos Santos, advogado que o representa na CPI da Covid: “posso marcar uma reunião com o Renan Bolsonaro na segunda às 16h?”. William Falcomer diz: “pode, marcado”.

 

O telefone registrado na Receita Federal como sendo da Bolsonaro Jr Eventos é o mesmo do escritório de William Falcomer.

247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp