Brasil

Jantar em SP deve ser palco para primeiro encontro público entre Lula e Alckmin

Encontro ocorrerá em meio a conversas sobre uma possível aliança da dupla para 2022

Lula e Geraldo Alckmin podem formar aliança para 2022Ilustração com imagens do Estadão Conteúdo

Thais Arbexda CNN

de Brasília

O jantar de confraternização de fim de ano do grupo Prerrogativas, que reúne cerca de 400 juristas, deve ser palco do primeiro encontro público entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador Geraldo Alckmin, em meio a conversas sobre uma possível aliança da dupla para 2022. Os organizadores do evento, que acontecerá em São Paulo, no dia 19, vão reunir políticos de diferentes partidos no restaurante A Figueira Rubaiyat, numa tentativa de consolidar o que seria uma “frente ampla” para a disputa presidencial de 2022.

 

Os presidentes do PSD, Gilberto Kassab, do MDB, Baleia Rossi, do PSB, Carlos Siqueira, do PV, Roberto Tripoli, do Solidariedade, Paulinho da Força, além do PT, Gleisi Hoffmann, e do PCdoB, Luciana Santos, são esperados no evento.

De acordo com os anfitriões, mais de 500 pessoas já confirmaram presença, entre os quais os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e do Piauí, Wellington Dias (PT), além de parlamentares como os deputados Marcelo Freixo (PSB-RJ) e Marcelo Ramos (PL-AM), além dos senadores Jaques Wagner (PT-BA) e Randolfe Rodrigues (REDE-AP). Também estão na extensa lista de convidados nomes como Márcio França (PSB), Marta Suplicy e Arthur Virgílio (PSDB).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp