Internacional

Joe Biden se serve da Guerra da Ucrânia para isolar Putin, reforçar nova fase do governo sendo aclamado, enfim, no Congresso americano

A noite desta terça-feira, 1 de fevereiro de 2022, produziu em meio às reações contrárias à invasão da Ucrânia pela Rússia em pleno Capitólio um marco histórico na nova fase do Governo do presidente Joe Biden isolando em discurso o presidente Wladimir Putin na cena internacional da geopolítica global diante de aclamação no Congresso Americano expondo na oportunidade inúmeras medidas para reaquecer a economia  americana. “A luz vai vencer a escuridão”, sintetizou olhando a Rússia.

 

Ainda precisando apoio dos Republicanos para aprovar uma série de medidas na fase pós Pandemia envolvendo Bilhões de dolares, Biden foi aclamado em seu discurso por várias vezes ao tratar da questão russa na fase inicial do pronunciamento anunciando asfixia da economia Soviética, ao tempo em que garantiu apoio à Ucrânia, à OTAN e fechamento do espaço aéreo a voos russos nos EUA.

 

Biden fez um pronunciamento em sua maior parte voltado ao conjunto da sociedade americana tratando de investimentos na infraestrutura, do emprego, na ciência e com agenda abrigando proteção da mulher, da sociedade GLBT, redução do preço da energia, enfrentamento ao tráfico, redução do acesso fácil às armas, etc.

Ele garantiu 60 milhões de barris de petróleo, 30 milhões só da reserva americana.

 

REVENDO QUEDA DA POPULARIDADE

 

A noite da 3a feira pareceu, enfim, que Biden se reencontrou com o discurso estimulante ao interesse dos americanos, logo ele que esteve convivendo com baixos índices de aprovação popular mas que, de agora em diante, possa reestabelecer a aprovação de governo.

 

Chamou a atenção o compromisso particular dele no final do discurso de enfrentar fortemente o Câncer para reduzir índice de mortes pedindo ao Congresso para apoiar  mais pesquisas.

 

EM TEMPO

Em mais de 1 hora de discurso, um pouco mais de 11 minutos ele reservou a tratar da Ucrania, da Russia e reações do Ocidente merecendo aplausos de Democratas e Republicanos.

 

ÚLTIMA

“Em terra de cego/quem tem um olho é rei…”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp