Internacional

Las Vegas, a ‘cidade do pecado’

No ano de 1829 Antonio Armijo, um comerciante mexicano do Novo México, liderou uma expedição desde Santa Fé a Los Angeles. Eram sessenta pessoas e uma caravana de cem mulas, ao longo da chamada ‘Rota Espanhola’. Rafael Rivera, um jovem explorador integrante do grupo, separou-se do restante do grupo em direção ao deserto inexplorado em busca de água. Rivera seguiu para o oeste, eventualmente tropeçando no que hoje é conhecido como Las Vegas Valley. Enquanto acampava no topo do planalto adjacente ao vale, Rivera observou as fontes de água e as planícies vegetadas no centro do deserto. A expedição de Armijo notou a exuberante fertilidade das planícies que cercavam as fontes de água, dando-lhe o nome de ‘Las Vegas’, que em espanhol significa ‘planícies férteis’. O tempo passou desde então, e hoje cerca de 30 milhões de turistas chegam a Las Vegas a cada ano, tornando-a uma das cidades com mais visitantes nos Estados Unidos. Apesar de ter sido fundado em 1905, com a legalização do jogo em 1931 começou sua expansão. E já em 1941 começaram a ser construídos os grandes hotéis com cassinos de jogos. Os primeiros foram ‘El Rancho Las Vegas’ e ‘La Última Frontera’. Sabe-se que muitos dos primeiros investidores vieram do sindicato do crime. O ‘Flamingo’, o primeiro grande hotel e um dos mais emblemáticos, foi construído pelo gângster Bugsy Siegel. Las Vegas é a cidade que mais cresce nos Estados Unidos. Em 1940 não chegava a 40.000 habitantes. Hoje já ultrapassou 1.900.000 habitantes. Há muitos lugares para visitar na cidade do lazer e do entretenimento por excelência. Desde jogar em seus cassinos e talvez trocar a sorte nas roletas, caça níqueis e blackjack, fazer compras em seus shoppings, ver shows de mágica, circo ou música, ou até comemorar seu próprio casamento.

 

Strip, shows e até casamentos

A Strip é a avenida mais famosa de Las Vegas. Provavelmente todo mundo já viu centenas de vezes na telinha, pois já apareceu em muitos filmes. É onde se concentra a maior parte do entretenimento da cidade. Esta rua de mais de 6 quilômetros é uma seção do Las Vegas Boulevard South e seus limites aproximados vão desde a famosa placa ‘Welcome to Fabulous Las Vegas’ até a torre do hotel ‘Stratosphere’. Os hotéis, cassinos e resorts mais importantes, como ‘Venetian’, ‘Bellagio’, ‘MGM’, ‘Caesars Palace’, ‘Paris Hotel’ ou ‘New York, New York’, entre outros, estão localizados na Strip. Os shows em Las Vegas são um dos principais motivos pelos quais milhões de turistas americanos e estrangeiros passam seus dias de férias nesta cidade. Lá podem-se ver todos os tipos de shows, desde grandes cantores como Celine Dion ou Elton John até grandes mágicos como David Copperfield ou os melhores shows do Cirque du Soleil. Em frente ao hotel ‘New York, New York’ encontra-se a montanha russa Roller Coaster, que pode ultrapassar os 100 quilómetros por hora. Outra atração imperdível é o High Roller, a maior roda-gigante panorâmica do mundo. Las Vegas também é a capital mundial do casamento. Mais de 100.000 são celebrados todos os anos devido ao baixo preço e a facilidade de aquisição da licença de casamento. Podem ser legais, embora há a opção de fazê-los teatrais, apenas por diversão e sem toda a burocracia. Além disso, tem que se acrescentar o glamour de que muitas celebridades e estrelas de Hollywood se casaram lá.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp