Brasil

Lula concede cátedra para promoção da soberania popular com acadêmicos e premiação

O Instituto Lula do Brasil, fundação criada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para promover a democracia, o desenvolvimento econômico
eqüitativo e a cidadania, está convidando acadêmicos para um programa de 
10 semanas de pesquisa e discussão sobre soberania e autodeterminação na era digital . 

“Este projeto tem o objetivo ambicioso de contribuir para a elaboração de políticas públicas 
que promovam o desenvolvimento nacional de forma justa e democrática, livrando o atual processo político da tendência da neocolonização digital”, afirma Márcio Ponchmann, presidente do Instituto Lula. 


A fundação de 10 anos abriu um processo de seleção 
no final de novembro para premiar uma cadeira de pesquisa paga com o título "Soberania Popular na Era Digital". 

A cadeira será encerrada em maio com a publicação
de um livro que exporá o assunto e a experiência vivida durante as 10 aulas e seminários semanais online que o Instituto Lula promoverá a partir de janeiro de 2022. Um prêmio equivalente a US $ 10.000 será concedido ao o candidato vencedor. 


O processo seletivo termina no dia 15 de dezembro.
 Com cada vez mais em nossas vidas diárias, de compras a reuniões de família e aulas de faculdade, passando pela Internet, megacorporações da Internet como Facebook, Google e Twitter crescem em tamanho, compram concorrentes, multiplicam suas receitas exponencialmente e aumentam. Sua influência sobre cada um de nós.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp