Brasil

Lula defende Alckmin e diz que não coloca divergência “como paradigma para fazer política”

“Ora, se eu tive divergência com o Alckmin porque ele foi candidato contra mim, eu tinha divergência com meu irmão Frei Chico quando a gente jogava bola”, ironizou o ex-presidente

247 – O ex-presidente Lula (PT), em entrevista à Rádio Itatiaia, de Minas Gerais, falou sobre a praticamente selada aliança com o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido), que deve ser candidato a vice-presidente na chapa do petista pelo Palácio do Planalto neste ano.

Questionado sobre “incoerência” em escolher Alckmin para vice, com quem teve divergências ao longo dos últimos anos, Lula afirmou que discordâncias são naturais e que não podem impedir novos diálogos. “Se você não votou em mim na eleição que eu concorri e quiser votar agora, você acha que eu vou recusar porque você não votou em mim [no passado]? Ora, se eu tive uma divergência com o Alckmin porque ele foi candidato contra mim, eu tinha divergência com meu irmão Frei Chico quando a gente jogava bola, porque ele jogava em um time e eu jogava no outro. Se eu for colocar a divergência política-eleitoral em algum momento como paradigma para fazer política, é melhor eu não ser político”.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp