Nordeste

Lula diz à Revista NORDESTE que é preciso regulamentar a mídia, fazer uma comunicação plural e fortalecer a democracia

O ex-presidente Lula concedeu nesta manhã de quarta-feira (25), entrevista coletiva a Imprensa, em Natal, RN, onde se encontra de passagem, em pré-campanha, desde a segunda-feira (23). Na oportunidade respondeu a várias perguntas dos jornalistas presentes e, especialmente, questionado pelo Publisher Walter Santos, da Revista Nordeste, que fez a primeira pergunta ,“se for reeleito, sobre uma possível regulamentação da mídia, e como irá tratar a Rede Globo”.

Lula afirmou que tem consciência do que foi feito e como a grande mídia o tratou, e que, dificilmente imagina que um dia a Rede Globo, e a Revista Veja, possa reconhecer e pedir desculpas pelo que fizeram. Disse ainda que “por conta da hipocrisia deles, e das fake news contra ele, fizeram 4,4 milhões de pessoas perder emprego nesse país. Fizeram com que o país perdesse investimentos da ordem de 172 bilhões no seu desenvolvimento”.  

Continuando, disse que “não pensaria no passado, mas que terá um olhar pra frente, e que sua vingança será trabalhar mais e investir mais na educação, na saúde, na cultura, no desenvolvimento, tecnologia, emprego, cuidar das pessoas, fazer com que o país cresça, volte a crescer, e que as pessoas sejam orgulhosas de poder dizer que são brasileiras”.  

Ainda, o ex-presidente Lula afirmou que “o país precisa hoje, de uma regulamentação na mídia, que é preciso ter uma comunicação plural, mais competitiva, e valorizar os pequenos produtores, das pequenas empresas de rádio, de jornais, de mídia, para ter uma comunicação justa e fortalecer a democracia.

A caravana de Lula segue ainda hoje para Salvador, BA.  

* W.S – G.S 

com Foto de:  Magnus Nascimento

 

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp