Política

Lula diz que respeita Marília Arraes, mas tem compromisso com o PSB: “Meu candidato é Danilo Cabral”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta sexta-feira (29), durante entrevista ao programa de Geraldo Freire, da Rádio Jornal de Pernambuco, que apesar de “lamentar profundamente” que a deputada federal Marília Arraes tenha saído do PT para se filiar ao Solidariedade, o seu candidato ao governo de Pernambuco no pleito de outubro é o também deputado federal Danilo Cabral (PSB). Marília lidera a corrida eleitoral pelo governo do estado, segundo as pesquisas de intenção de voto.

 

“Por isso, embora eu mantenha toda a relação de respeito, porque eu não misturo minha relação pessoal com minha relação política, embora eu mantenha minha boa relação com a Marília, eu vou trabalhar para que o Danilo seja o governador do estado de Pernambuco. É esse meu compromisso com o PSB, e o compromisso do PSB é me ajudar a me eleger presidente da República”, disse Lula.

 

“Lamentei profundamente a saída da Marília do PT de Pernambuco. O Humberto [Costa] era, na minha opinião, a pessoa que deveria ter sido candidata a governador. O Humberto retirou a candidatura para que o PSB pudesse indicar o candidato. Eles indicaram o Danilo. E a Marília era a preferida para ser candidata ao Senado. Por problemas internos, a Marília resolveu sair do PT. Ao sair do PT, a Marília criou uma situação para mim que é o acordo que eu tenho com o PSB. Então meu candidato a governador no estado de Pernambuco é o Danilo [Cabral], porque nós temos um acordo com o PSB. Esse acordo não é apenas em Pernambuco, é nacional”, observou Lula.

 

“É um acordo que nos interessa porque agora o Alckmin faz parte do PSB. O nosso companheiro governador do Maranhão faz parte do PSB. Então o PSB ganhou uma dimensão nacional importante e para nós essa aliança com o PSB é muito importante, a nível nacional e em Pernambuco”, justificou o ex-presidente, que lidera todas as pesquisas de intenção de voto pela Presidência da República, em outro trecho da entrevista.

 

Questionado sobre o uso da sua imagem pela campanha de Marília, Lula disse que não haverá problemas quanto a isso. “Eu não vou criar nenhum problema porque em outros estados eu estou apoiando outro candidato e tem candidatos do PSB que vão usar minha foto e vão trabalhar também pela minha candidatura”, disse.

 

“Eu já fui candidato algumas vezes e tinham vários partidos me apoiando, mesmo no mesmo estado. Em Pernambuco mesmo eu levava para o palanque o Eduardo Campos e o Humberto Costa, os dois eram candidatos. Eu pedia voto para os dois e dizia: ‘quem for para o segundo turno a gente vai eleger governador’. E deu certo, o Eduardo Campos foi eleito governador. Vai ter gente, inclusive de outros partidos mais conservadores, que vai querer trabalhar minha candidatura para presidente, e eu obviamente não vou brigar com ninguém. Quanto mais voto melhor para ganhar as eleições. Mas oficialmente meu apoio é para o Danilo”, destacou.

com 247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp