Brasil

Lula: “não estou pedindo cheque em branco. Tenho um legado”

Adversários têm criticado Lula por supostamente não apresentar propostas concretas para o país. Ex-presidente reagiu: “sou muito realista”

247 – O ex-presidente Lula (PT), em entrevista à Rádio Bandeirantes de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, nesta terça-feira (31) rebateu críticas de adversários de que ele estaria pedindo à população um “cheque em branco” para governar o país.

Opositores do ex-presidente, que lidera todas as pesquisas eleitorais, inclusive com chances de vencer o pleito no primeiro turno, têm dito que ele não apresenta propostas concretas ao país. Ele reagiu: “não estou pedindo cheque em branco porque eu tenho um legado. É só você pegar o que nós fizemos no Rio Grande do Sul que você vai perceber que eu não tenho que ficar fazendo promessa de coisa que eu não sei se vou conseguir fazer. Sou muito realista. Quando eu tomei posse em 2003, eu disse: se quando eu terminar meu mandato cada brasileiro estiver almoçando, jantando e tomando café, eu terei realizado a obra da minha vida. E nós conseguimos fazer isso”.

“Meu compromisso com o povo brasileiro é provar que é possível esse país voltar a crescer, e não dá para jogar a culpa em cima da guerra da Ucrânia. Não dá. Esse país não se respeitou e achou que era importante vender tudo que tinha”, afirmou também.

Lula ressaltou a importância de renovar o Congresso Nacional na eleição deste ano. “O Congresso Nacional tem que passar por uma renovação. Vou fazer campanha para presidente pedindo voto para deputado e senador. Quero dizer para o povo que é importante votar em deputados e senadores que assumam compromisso com a sociedade e que não vai ter orçamento secreto, que não vão fazer mudança na legislação trabalhista para prejudicar trabalhador. Isso tem que ser feito em acordo entre trabalhadores, empresários e governo. Quero dizer que você pode fazer uma reforma da Previdência negociada. Quero dizer que tem outro jeito de fazer as coisas. É preciso rever muitas coisas que foram feitas, da forma mais democrática possível”.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp