Piauí

Lula repercute exigindo que Bolsonaro não se aproprie da Bandeira nacional

Registro aéreo do ato de Lula em Teresina (PI), em 3 de agosto. Foto: Ricardo Stuckert

Ainda repercute o discurso do ex-presidente Lula, candidato do PT ao Palácio do Planalto, em Teresina afirmando que o Brasil vive um cenário pior que o de 2003, quando ele chegou ao poder pela primeira vez.

Em ato na capital do Piaui também criticou o presidente Jair Bolsonaro (PL) e defendeu que o povo não permita que o ex-capitão se aproprie da bandeira do País.

 

Na capital do Piauí, Lula esteve acompanhado, entre outros, do candidato petista ao governo, Rafael Fonteles, e do postulante do partido ao Senado, Wellington Dias.

 

“Não vamos permitir que um genocida que está lá em Brasília e não derramou uma lágrima por quase 700 mil pessoas que morreram [de Covid-19] se apodere da bandeira brasileira, porque a bandeira brasileira é do povo brasileiro”, discursou o ex-presidente. “O cidadão que está lá não está preparado para governar este País.”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp