Brasil

Lula reúne João Azevêdo e Veneziano no lançamento de campanha com Alckmin; palanque múltiplo à vista 

Não é só o estado da Paraiba que terá palanque pró Lula com apoio de mais de um candidato ao governo estadual, como se acentua no caso paraibano desmistificando a vã tentativa do presidente estadual do PT de ter o pré-candidato Veneziano Vital com exclusividade. Isto ficou claro no lançamento das candidaturas de Lula e Alckmin a presidente e vice, respectivamente, neste sábado, em São Paulo.

 

Na verdade, a cena paraibana incita tratamento diferenciado como acontece em Pernambuco, Maranhão, etc porque Lula precisa de votos, portanto, os dramas internos não podem se sobrepor aos problemas particulares porque não podem atrapalhar os interesses nacionais, a exemplo do que expôs o líder petista em discurso memorável.

 

Objetivamente, o lançamento em João Pessoa de movimento suprapartidário neste sábado, no Bancários, paralelamente ao evento de São Paulo demonstra que a realidade da Paraiba recomenda entendimento de que para vencer Lula precisará de apoios ampliados, a partir de situações como a paraibana, onde o apoio do govermador do PSB é indispensável.

Eis a imposição da realidade.

 

UNIR DIVERGENTES

Para bom entendedor poucas palavras bastam. Em seu discurso, o petista citou uma frase do educador e filósofo Paulo Freire para justificar a parceria entre os dois.

“Nunca me esqueço das palavras de Paulo Freire:

‘É preciso unir os divergentes para melhor enfrentar os antagônicos’”, ressaltou.

 

ÚLTIMA

 

“O olho que existe / é o que vê…”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp