Ceará

Mais 200 leitos serão abertos em unidades de campanha; as já existentes foram mantidas durante a pandemia

A pandemia de Covid-19 surgiu como um desafio desconhecido à gestão pública de saúde, que precisou mostrar capacidade de resposta ao crescente número de internações durante a primeira onda da doença, em 2020. Nesse contexto, o Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), montou seis hospitais de campanha, sendo quatro na Capital e dois no Interior (Quixeramobim e Sobral), para atender esses pacientes. Agora, novas unidades serão disponibilizadas, com reforço de novos 200 leitos Covid.

Serão cinco novas unidades de campanha em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) na Capital (Messejana e Praia do Futuro) e nos hospitais regionais de Juazeiro do Norte, Sobral e Quixeramobim. Na última quarta-feira (3), foi lançado edital de chamamento público para construção dos novos hospitais de campanha.

Durante a fase de diminuição de internações, no segundo semestre de 2020, os hospitais construídos pela Sesa permaneceram montados, sendo utilizados para assistência aos cearenses com outras enfermidades. Entretanto, neste momento de novo agravamento da pandemia e maior demanda da rede hospitalar estadual em 2021, o Estado reativou as estruturas dessas unidades para o atendimento de pacientes Covid, com 169 leitos ativos no total.

Importante ressaltar que os equipamentos auxiliares de campanha não contemplam leitos de UTIs para Covid-19, porém estão instalados em anexos ou vizinhos aos hospitais, que por sua vez possuem capacidade de atendimento para terapia intensiva. Dessa forma, as estruturas complementares podem possibilitar a ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais.

*Secom CE

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp