Nordeste

Mais de 1.200 alunos da rede pública ingressarão no ensino superior, em Sergipe

 

Após a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o primeiro semestre de 2022, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) identificou muitos estudantes destacando-se nas primeiras colocações em diversos cursos, tanto na Universidade Federal de Sergipe (UFS), quanto em outras universidades pelo país. Mais de 1.200 estudantes da Rede Pública de Educação de Sergipe foram aprovados no Sisu, quantitativo que tende a aumentar à medida que sucede o cronograma de inscrições dos processos seletivos de acesso ao Ensino Superior, seguido pela divulgação de seus resultados, além das listas de convocações a serem publicadas no decorrer deste ano.

 

Segundo a coordenadora geral do Pré-Universitário, Gisele Pádua, essa aprovação é um combustível para iniciar 2022 com uma energia renovada e com a certeza de que a escola pública desenvolve um trabalho de qualidade para os estudantes. “É possível computar mais de 1.200 aprovações entre os alunos de escolas estaduais e dos polos do Preuni. A cada dia o número de aprovados aumenta, e temos um número bem expressivo, considerando o difícil período de pandemia que vivemos”, disse.

 

O diretor do Centro de Excelência Gov. Djenal Tavares de Queiroz, unidade que oferta o Ensino Médio em Tempo Integral, em Aracaju, atribui os resultados alcançados nesta edição do Sisu ao trabalho realizado desde o início da implantação do modelo de educação integral em 2018 juntamente com as ações dos professores de cada disciplina. “O alinhamento das avaliações internas e externas, como prova do Saese, Ideb e Enem, além da implantação da oficina de redação, que fortaleceu a prática da escrita, vocabulários, leitura e gramática, contribuíram para a mudança de paradigma na mentalidade dos estudantes, oportunizando-lhes estudos que deram sentido significativo entre a aprendizagem formal e o mundo do trabalho. Neste sentido, o pós-médio, protagonizado pela professora Luana Guimarães, presenteia-nos com ações de ampliação e entendimento desse horizonte que determina o movimento pedagógico da escola que contempla o projeto de vida dos estudantes alinhados ao apoio emocional com abertura de espaços para diálogos, compreensão e estabilidade para cumprir as metas educacionais traçadas”, destacou.

 

É de Itabaiana o segundo lugar geral no Sisu entre as escolas públicas e privadas, consequentemente o primeiro colocado na Rede Estadual. Para tal, o aluno Filipe Nunes Rezende, do Colégio Estadual Professor Nestor Carvalho Lima, no território Agreste Central sergipano, foi o único estudante da Rede Pública de Ensino de todo o Brasil a gabaritar as 44 questões válidas da prova de matemática, o que o elevou ao primeiro lugar em Medicina pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). “Sou grato pela escola e por todos os professores que passaram em minha vida. Fico feliz em servir de exemplo de que, com esforço e dedicação, é possível chegar aonde quiser”, disse Filipe.

 

Do Centro-Sul do estado, o estudante José Luan Santana Cruz Silva atingiu a média 793,16 no Enem, a segunda maior entre as escolas estaduais de Sergipe. Ele acabou de concluir o Ensino Médio no Colégio Estadual Fausto Cardoso e estudava também no Polo Marcos Ferreira, do Pré-Universitário, ambos em Simão Dias. O jovem estudante saiu do povoado Cumbe II para morar na sede do município e assim dar conta de estudar e de trabalhar como estagiário do Tribunal de Justiça de Sergipe (Comarca de Simão Dias).

 

“Tanto os professores da escola, quanto os professores do Preuni de fato foram um apoio muito grande porque quando eu tinha alguma dúvida perguntava via telefone e WhatsApp. O Pré-Universitário fez rodadas e mais rodadas de redação, então quando eu fazia uma produção de texto enviava e eles corrigiam ou aqui no nosso polo ou na correção estadual que enviava o feedback de forma on-line. Eram aulas muito participativas porque os professores daqui são de excelência, professores mestres, até professores doutores, com ampla experiência na formação de jovens para o vestibular. São professores interativos que abrem o diálogo e fazem a gente pensar fora da caixinha, porque em uma prova do nível do Enem exige-se criar uma didática que faça a gente ser crítico”, explicou José Luan.

 

Outro exemplo de superação vem do município de Santa Rosa de Lima, no território Leste de Sergipe. Elida Santos de Oliveira, de 18 anos, é uma jovem mãe dos pequenos Bryan Murillo (3 anos) e Maria Elisa (2 anos). Elida estudou desde 2019 no Centro de Excelência Dr. Edelzio Vieira de Melo, unidade que oferta o Ensino Médio em tempo Integral, e agora foi aprovada em 3º lugar no curso de Engenharia de Produção. Ela conta que apesar das dificuldades naturais, a maternidade não foi um obstáculo para atingir o seu sonho de ingressar no ensino superior.

 

Exemplo desse auxílio foi o fato de a unidade Dr. Edelzio Vieira de Melo ter implementado o projeto “Bebê a Bordo”, que envolveu a criação de uma brinquedoteca para as estudantes deixarem seus filhos enquanto estão na aula. Com o objetivo de se preparar para o Enem, ela contou com o auxílio imprescindível dos professores e da equipe diretiva da unidade de ensino. “Foi bem difícil ter que conciliar todas essas coisas, mas com o apoio da escola, da família e de amigos, isso facilitou um pouco”, relatou Elida.

 

De acordo com a coordenadora geral do Núcleo de Educação em Tempo Integral da Seduc, professora Emanoela Ramos, a cada ano o resultado é a materialização do trabalho dos nossos educadores que todos os dias aplicam as Metodologias de Êxito e Práticas Educativas propostas pelo Modelo Integral. “O Projeto de Vida, a Tutoria, o Estudo Orientado, o Protagonismo e todos os outros componentes curriculares e práticas, em conjunto e em harmonia, orientam os nossos estudantes na construção, consolidação e, principalmente, no alcance dos seus Projetos de Vida. Os estudantes, cada vez mais, acreditam que podem alcançar seus sonhos, e esses resultados só provam o que vemos em todos os Centros de Excelência de Sergipe”, destaca.

 

Os processos seletivos para ingresso no Ensino Superior continuam. O Programa Universidade Para Todos (Prouni) encerra as inscrições nesta sexta-feira, 25, e o resultado será divulgado no dia 2 de março. Já o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) abre as inscrições no dia 8 e segue até o dia 11 de março.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp