Brasil

Mandetta desiste de disputar a eleição presidencial de 2022

247 – O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta comunicou à direção do União Brasil, partido criado a partir da junção do DEM com o PSL, que não irá disputar o pleito presidencial de 2022. De acordo com o site O Antagonista, o anúncio da desistência foi informado aos líderes durante uma reunião realizada nesta semana.

Mandetta era o único pré-candidato do União Brasil, uma vez que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco deixou o DEM para se filiar ao PSDB. O apresentador José Luiz Datena, que também era visto como uma opção, também deixou o PSL e deverá disputar um cargo eleito em São Paulo pelo PSD.

Segundo a reportagem, o dirigente do PSL, Luciano Bivar, disse que  Mandetta deverá disputar uma vaga na Câmara dos Deputados ou no Senado pelo Mato Grosso do Sul. Bivar, contudo, vem insistindo que o União Brasil deverá ter um candidato próprio ao Planalto em 2022, mas as lideranças da nova legenda têm conversado com o Podemos, que tem o ex-juiz Sergio Moro [condenado pelo STF por parcialidade nos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva], com o MDB, da senadora Simone Tebet, e com o PSDB, que ainda não definiu se o candidato tucano será o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o governador de São Paulo, João Doria.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp