Política

Marco Aurélio vota contra suspeição de Moro, mas ex-juiz perde por 7 a 3 no STF

 O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, votou contra a suspeição do ex-juiz Sergio Moro ao julgar o caso do triplex do Guarujá, contra o ex-presidente Lula. O placar do julgamento está em 7 x 3, portanto, já foi formada maioria a favor do entendimento da suspeição, o que aconteceu em março.

O Plenário do Supremo Tribunal Federal retomou nesta quarta-feira (23) o julgamento em que se discute a decisão da 2ª Turma da corte que declarou a suspeição de Moro na ação penal contra Lula referente ao tríplex. A sessão é realizada por meio de videoconferência.

Até o momento, há sete votos pela manutenção da decisão da 2ª Turma, dos ministros Gilmar Mendes, Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski e das ministras Rosa Weber e Cármen Lúcia. Com a conclusão do voto de Marco Aurélio, que havia pedido vista dos autos, falta apenas o presidente da Corte, Luiz Fux.

Em seu voto, o decano da Corte, que está prestes a se aposentar, fez uma defesa enfática da Operação Lava Jato, sobre a qual destacou o “combate à corrupção”, e de Sergio Moro, quem chamou de “herói nacional” que “honrou o Judiciário”. As conversas da conhecida como ‘Vaza Jato’, o ministro considerou como “normais”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp