BRASIL

Massa salarial atinge R$ 289 bilhões e é a maior da história do Brasil

A massa salarial é a soma de todos os rendimentos dos brasileiros empregados. Índice subiu 2,4% em relação ao trimestre anterior e 5,5% em comparação com o mesmo período de 2022

 

247 – No trimestre encerrado em agosto, a soma de todos os rendimentos dos brasileiros empregados, ou seja, a “massa salarial” do país, atingiu um marco histórico em termos reais, alcançando a cifra de R$ 288,9 bilhões. Esse valor representa um aumento de 2,4% em relação ao trimestre anterior (encerrado em maio) e um crescimento de 5,5% em comparação com o mesmo período do ano anterior, conforme anunciado pelo IBGE nesta sexta-feira (29). >>> Desemprego no Brasil recua a 7,8% e atinge menor nível desde fevereiro de 2015

Esse notável crescimento está correlacionado com a diminuição da taxa de desemprego, que registrou mais uma queda, chegando a 7,8%, uma redução de meio ponto percentual em relação ao trimestre anterior. Isso marca o nível mais baixo de desocupação desde fevereiro de 2015. >>> Renda média dos trabalhadores avança no último trimestre, aponta IBGE

O mercado de trabalho está se beneficiando do aquecimento econômico que superou as expectativas, diante de um contexto de inflação em declínio. Além disso, o aumento nos benefícios sociais contribuiu para reduzir a busca por vagas de emprego, criando uma competição mais acirrada por profissionais qualificados. >>> Brasil alcança menor índice de trabalhadores subutilizados desde 2016

O economista André Perfeito, ouvido por Míriam Leitão, do jornal O Globo, observa que o desempenho positivo em agosto sinaliza a possibilidade de uma expansão ainda maior do PIB em 2023 do que o inicialmente previsto. Atualmente, ele estima um crescimento de 3% na atividade econômica, mas está aberto a revisar essa projeção para cima se outros indicadores continuarem a apontar para uma economia robusta. “Chama a atenção o comportamento da massa salarial real habitual, que continua subindo e mais uma vez bate recorde. Isso indica mais uma vez que o PIB deste ano deve avançar de maneira mais significativa”.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp