BAHIA

Mineração avança na Bahia com acordos de cooperação

Irecê, no centro-norte baiano, vai ganhar uma nova unidade de mineração. O lançamento da pedra fundamental do Projeto Irecê aconteceu nesta sexta-feira (24), na presença do governador Jerônimo Rodrigues, diversas autoridades e representantes do grupo Galvani, que vai operar a planta. Na solenidade, foram assinados os acordos de cooperações técnicas pelo Governo do Estado para qualificação da mão-de-obra na atividade mínero-industrial, para promoção de desenvolvimento socioeconômico sustentável da agricultura familiar, além de ações para uso eficiente de gás natural no setor de mineração.

 

O Projeto Irecê vai adotar práticas sustentáveis em sua operação, tais como: não utilização de barragens de rejeito, aproveitamento integral do minério, baixo consumo de água (com 100% de recirculação no processo e sem lançamento de efluentes industriais). Haverá ainda o processo inovador de separação do cálcio e magnésio. A unidade também gerará 900 empregos diretos e indiretos, sendo 600 durante a fase de construção e 300 durante a operação.

O governador ressaltou a multidisciplinaridade da agenda, com destaque para ações na mineração, agricultura familiar, geração de emprego e combate a pobreza. “O que entregamos aqui hoje é matéria prima, é combate a fome, produção de alimentos. Transformar terra em vida. É pra isso que nós estamos aqui hoje”, pontuou.
O presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Henrique Carballal, falou sobre as etapas do processo de produção. “Além da mineração, nós iremos processar esse minério, concentrando ele numa unidade industrial aqui no município de Irecê. Depois ele será levado pro município Luiz Eduardo Magalhães, onde será transformado em fertilizante. Então, é um processo de produção verticalizado na Bahia, fruto dessa mina da CBPM aqui, no município de Irecê, em Lapão. E aí, é com muita satisfação que damos essa notícia, muita alegria, porque a tecnologia utilizada é única, uma inovação fenomenal”, afirmou.

Fotos: Joá Souza/GOVBA

“É um investimento grande que contou com o apoio da CBPM, o apoio da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), e usando tecnologias novas, diferenciadas da mineração. É um empreendimento que reduz consumo de água, um processamento a seco praticamente, e que não utiliza barragem de regentes, então é totalmente sustentável”, garantiu o diretor-presidente da Galvani, Marcelo Silvestre.

Conhecida por sua expertise na produção de fertilizantes fosfatados, a Galvani está retomando as operações na região com um investimento de R$ 340 milhões em parceria com o Governo do Estado, por meio da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), e o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).A nova unidade de mineração da Galvani tem previsão de produzir anualmente 350 mil toneladas de concentrado fosfático, que serão destinadas ao complexo industrial de Luís Eduardo Magalhães, a partir de 2026.

Acordos e Doação

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e a CBPM, celebraram acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento de iniciativas que estimulem a promoção do trabalho nas regiões com empreendimentos mínero-industrial implantados ou a serem implantados por empresas parceiras da Companhia.

A Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR), através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – (CAR), e a CBPM celebraram acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento de ações relacionadas ao uso eficiente dos resíduos da mineração, viabilizando a promoção do desenvolvimento socioeconômico sustentável da agricultura familiar de Irecê.

Fotos: Joá Souza/GOVBA

Já a Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) e a CBPM celebraram acordo de cooperação técnica visando o desenvolvimento de ações conjuntas relacionadas ao uso eficiente de gás natural e ao fomento de práticas sustentáveis no setor de mineração. Ainda foi confirmada a doação de 10 mil toneladas de calcário agrícola por ano pela Galvani à CBPM e à CAR, em benefício das famílias que desenvolvem agricultura familiar na Bahia.

Educação

Ainda em Irecê, o governador entregou um ônibus escolar rural com elevador para acessibilidade para o município e visitou o terreno onde será construído o Centro Especializado de Reabilitação de Irecê (CER III), prestigiando a assinatura da ordem de serviço para início da obra. Em paralelo à agenda de entregas do governador a Secretaria da Educação do Estado (SEC) inaugurou a modernização do Centro Territorial de Educação Profissional de Irecê (Cetep) e a ampliação com modernização do Colégio Estadual de Tempo Integral Professor Jorge Rodrigues dos Santos. O Cetep ganhou restaurante estudantil, vestiário, campo de futebol society, subestação, além da reforma e cobertura da quadra poliesportiva, com o investimento de mais de R$ 3 milhões.

Fotos: Joá Souza/GOVBA

O Colégio Professor Jorge Rodrigues dos Santos recebeu 20 salas de aula, campo de futebol society, vestiário, subestação e reforma e cobertura da quadra poliesportiva, com o investimento de quase R$ 10 milhões. A secretária da Educação, Rowenna Brito, ressaltou a importância das novas estruturas para potencializar o aprendizado dos estudantes. “São entregas muito significativas para o Governo do Estado, para a população de Irecê e para a educação da cidade”, destacou a secretária da educação em exercício, Rowenna Brito.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp