Política

Moraes decide unificar inquéritos sobre ataques de Bolsonaro e milícias digitais

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu nesta terça-feira (10) que as investigações contra Bolsonaro sobre os ataques às urnas eletrônicas, e sobre a suposta atuação de uma milícia digital contra a democracia, serão feitas em conjunto, informou o G1.

 

Moraes acatou pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), que defendeu ser necessário juntar as duas investigações antes de decidir se denuncia Bolsonaro.

 

O compartilhamento de provas entre as duas investigações já havia sido permitido por Moraes, em fevereiro deste ano, após um pedido da Polícia Federal (PF) endossado pela Procuradoria Geral da República (PGR).

 

A denúncia contra Bolsonaro sobre os ataques aos sistema eleitoral foi aberto em 2021 após o mandatário ter disseminado fake news sobre as urnas durante uma live.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp