Brasil

Moraes destitui Ramos da vice-presidência da Câmara; cargo deve ficar com bolsonarista

Como o deputado Marcelo Ramos se elegeu para a vice-presidência da Câmara quando estava no PL, a legenda argumentou que os cargos na Mesa Diretora pertencem ao partido

O ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta segunda-feira, 23, suspendeu uma liminar que mantinha o deputado federal Marcelo Ramos (PSD) na vice-presidência da Câmara dos Deputados. Assim, Ramos foi destituído da vice-presidência da Casa.

A pressão veio do PL, atual partido de Jair Bolsonaro e antigo partido de Ramos – que é opositor do atual governo. Como o deputado se elegeu para a vice-presidência da Câmara quando estava no PL, a legenda argumentou que, por acordo, os cargos na Mesa Diretora pertencem ao partido.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp