Brasil

Moraes determina prisão preventiva de bolsonarista que ameaçou ministros do STF, Lula e políticos de esquerda

Prisão preventiva de Ivan Rejane Fonte Boa Pinto foi decretada pelo ministro do STF Alexandre de Moraes nesta segunda-feira (1)

247 – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes atendeu ao pedido da Polícia Federal e determinou a prisão preventiva do bolsonarista Ivan Rejane Fonte Boa Pinto, detido no final de julho por ameaçar de morte os ministros da Corte e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), além de políticos de esquerda, como a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR).

Ivan Rejane foi preso pela Polícia Federal no dia 22 de julho, em Belo Horizonte (MG). Ele teve a prisão prorrogada na terça-feira (25) da semana passada a pedido da própria PF e da Procuradoria-Geral da República (PGR).

De acordo com o Metrópoles, na decisão sobre o caso, assinada nesta segunda-feira (1), Moraes destacou que a manutenção da prisão é “a única medida capaz de garantir a ordem pública e a conveniência da instrução criminal, especialmente com o prosseguimento da perícia técnica, capaz de apontar com maior precisão a extensão e níveis de atividade da associação criminosa que se investiga”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp