Política

Moro se filia ao Podemos com esperança de atrair ‘terceira via’

ex-juiz Sergio Moro se filiou nesta quarta-feira (10) ao partido Podemos. O evento ocorreu no Centro de Convenção Ulysses Guimarães, em Brasília. Moro se torna o pré-candidato à presidência da legenda com a possibilidade de atrair uma ‘terceira via’, contra o presidente Jair Bolsonaro e Lula.

Responsável pelas condenações da Lava Jato em Curitiba, Moro apareceu no evento em vídeo caminhando diante do Palácio do Planalto.

 

Em seu discurso, ele citou as críticas e disse que “não é político” e “não está acostumado a discursos”.

 

“O Brasil não precisa de líderes que tenham voz bonita. O Brasil precisa de líderes que ouçam e atendam a voz do povo brasileiro”, disse.

 

Ele defendeu a sua atuação na Operação Lava Jato e falou sobre sua passagem no Governo Bolsonaro.

 

“Eu sempre fui considerado um juiz firme e fiz justiça na forma da Lei. Na época, todos diziam que era impossível fazer isso, mas nós fizemos. Claro, com grande apoio da população brasileira. Juntos, eu, você, nós, mostramos que a Lei se aplica a todos. Em 2018, recebi um convite do presidente eleito para ser ministro da Justiça. Como todo bom brasileiro, eu tinha, em 2018, esperança por dias melhores. Como todo brasileiro, eu pensava no que havíamos presenciado nos últimos anos: os grandes casos de corrupção sendo revelados dia após dia, os pixulecos, as contas na Suíça e milhões de reais ou dólares roubados”, disse.

 

“Era um momento que exigia mudança. Eu, como juiz da Lava-Jato me sentia no dever de ajudar. Havia pelo menos uma chance de dar certo e eu não podia me omitir: aceitei o convite e ingressei no governo. O meu objetivo era melhorar a vida das pessoas por meio de um trabalho técnico, principalmente, reduzindo a corrupção e outros crimes”, declarou ainda.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp