menu

22/08/2019


Azevêdo lista obras da Paraíba disponíveis para investidores e saúde fiscal garantindo segurança jurídica

Por Walter Santos

TERESINA – O governador da Paraíba, João Azevêdo, mostrou nesta quinta-feira no ABDIB FORUM – Infraestrutura Regional aos investidores nacionais e internacionais na reunião dos governadores do Nordeste, em Teresina, um conjunto de obras e ações em curso no Estado para dinamizar o desenvolvimento sócio econômico pontuando que a realidade da saúde fiscal é um garantidor da segurança jurídica.

Azevêdo mencionou muitas das ações de infraestrutura em curso na atualidade, mas observou que a articulação de investimentos e saúde fiscal combinam na perspectiva de garantir desenvolvimento e inclusão social reduzindo desigualdades históricas.

Ele iniciou sua apresentação lembrando que o estado abriga o Ponto Mais Oriental das Américas e revelou que estão em cursos novas fases garantidoras da implantação do Estaleiro de reparos na praia de Lucena localizado defronte ao Porto de Cabedelo já em fase de tratativas com Ministérios para garantir novas fases do investimento.

– São mais de U$ 1 Bilhão para o Estaleiro abrindo oportunidade de investimento na construção de uma ponte ligando o porto a Lucena e assim chegando na BR-101 na direção do escoamento de produção para o Rio Grande do Nordeste – afirmou.

GRANDES INVESTIMENTOS – Azevêdo explicou que o Governo conduz e expõe aos investidores o Distrito Industrial do Turismo (Polo Cabo Branco) com o Centro de Convenções para construção de 19 resorts, cinco dos quais com edital aberto , através da CINEP, já registrando 30 grupos interessados .

Ele lembrou que o Estado dispõe de Parque Industrial no litoral sul com o abrigo de fábricas de cimento fazendo a Paraíba com 1o lugar do Nordeste neste segmento pela força do calcário em seu solo.

Para João Azevêdo, a energia renovável, ou seja solar e eólico atraindo empresa espanhola em operação com investimentos se 1 bi de euro, em especial de energia fotovoltaica, em Coremas e Malta abrigando investimentos para central de distribuição em Santa Luzia .

ÁGUA – Segundo ele, há em curso um planejamento em diversas áreas e em todas as regiões do estado, mas destacou a infraestrutura hídrica alem da transposição do Rio São Francisco faltando ainda um trecho à conclusão e a definição da distribuição com criação de Câmara de coinciliacão visando resolver o pagamento do custo de operação anual.

Para ele, já são 1.500 de adutora de Acauã a Araçagi já abriga R$ 1.5 bi com participação do Governo federal, cujo saldo futuro da produção agrícola garante o saldo da agricultura familiar.

GARANTIA FISCAL – O governador lembrou o fato do Estado ter sido identificado como segundo melhor ranking de competividade registrado 2018 e um dos melhores na infraestrutura do país graças a saúde fiscal desse anos passados através do Governo Ricardo Coutinho.

Ele lembrou dos incentivos fiscais e do nível de indevidamento levando a Paraíba se manter no rating B com sua poupança corrente e índice de liquidez e resultado primário positivo.

Notícias relacionadas