menu

23/08/2019


Blog de WS identifica avanços nos governadores do Nordeste diante do caos de Bolsonaro

O novo texto do Blog de Walter Santos faz um balanço e comparativo dos governos comandados pelo presidente Bolsonaro diante dos chefes de executivo nordestinos em situações muito diferentes em favor dos 9 estados com inovação e novidades.

A força da inovação dos governadores do Nordeste versus desastre de Bolsonaro na gestão; a diferença é brutal

TERESINA – O mundo resolveu reagir às loucuras conceituais e de procedimento do presidente Bolsonaro aguçadas pelas queimadas na Amazônia gerando graves consequências ao Brasil, enquanto na capital do Piauí os governadores do Nordeste anunciam avanços em políticas públicas inovadoras pontuando as gestões dos 9 estados como exemplo a se seguir em tempo de restrições.

Agora mesmo, na reunião do Fórum de Teresina, os 9 estados anunciaram a investidores nacionais e internacionais inumeros projetos de alta repercussão, inclusive os efeitos do Consórcio que desaguará em novembro em extraordinária agenda de negócios na Europa.

Vamos analisar as situações por etapas.

O DESASTRE AMBIENTAL/CONCEITUAL

O país e a Europa constataram que o presidente brasileiro é desastrado e inconsequente rompendo contratos e regras com os diversos continentes e países, em especial a União Europeia por graves retrocessos ambientais, além das preocupantes queimadas registradas na Amazônia por incentivo da brutalidade política de Bolsonaro estimulando o fim das reservas florestais em nome do agrobusiness.

Bolsonaro consolidou a revolta global por sua subserviência a Trump e sua incapacidade de governar em tempo complexo da geopolítica devendo causar graves consequências para o mesmo agrobusiness que estimulou tocar fogo na Amazônia.

A DIFERENÇA SEM IDEOLOGIA

O Brasil ignora por boicote da grande mídia, mas está em curso uma das mais importantes experiências de gestão coletiva Nordeste promovidas através de consórcio presidido pelo governador da Bahia, Rui Costa, com resultados surpreendentes em favor do Brasil.

Nada de estreiteza, de redução localizada de ideais, muito pelo contrário, porque os 9 governadores estão resolvendo graves situações fiscais, onde parte dos Estados vive situação privilegiada, mas de construção de grandes obras comuns de infraestrutura impactando os investidores, em especial internacionais.

Os governadores deram uma lição de sintonia com o estado da meritocracia ao tempo em que abrigaram como estratégia decisiva a adoção de PPPs para resolver grandes dramas em diversos setores dos Estados.

O projeto “NORDESTE CONECTADO” é um entre inúmeros outras demandas em construção a projetar a vanguarda da região no trato da base tecnológica com investimentos e usufrutos comuns, lembrando que Fortaleza é hoje o HUB de diversos cenários vanguardistas da era 4.0.

O ótimo de tudo, conforme atestam os investidores , é de que o vínculo ideológico dos governadores em nada afeta e só reforça a importância da nacionalidade como pressuposto da competência de gestão para eles com os melhores resultados fiscais do País.

Em novembro, por exemplo, eles vão construir uma agenda histórica na Europa visitando França, Espanha, Alemanha e Portugal na contramão de Bolsonaro, que acaba de criar um dos mais sérios problemas com os países europeus devendo provocar graves consequências ao agrobusiness brasileiro.

SINTESE

Os governadores do Nordeste estão resolvendo seus problemas fiscais sem se descuidarem dos investimentos com foco e efeito social, mas longe de retrocessos e de medidas que levam o mundo a saber que, ainda bem, tem líderes políticos no Brasil de valor a merecer respeito. Outros não.

Os líderes nordestinos dão aula de contemporaneidade e de resultados diante de tantos anseios populares, melhor renovados .

Notícias relacionadas