menu

Maranhão

07/05/2020


Crise sanitária resultará em perda de R$ 8 bilhões no PIB do Maranhão

Flávio Dino falou sobre o impacto econômico com a crise sanitária no Estado

REVISTA NORDESTE – O governador do Maranhão Flávio Dino, durante entrevista na noite desta quarta-feira (6), falou sobre as perdas fiscais no estado em face da pandemia do novo coronavírus. O chefe do Executivo alertou para o impacto econômico nos cofres do Estado projetado em torno de R$ 8 bilhões com a crise sanitária.

“A perda econômica no Maranhão deve chegar a R$ 8 bilhões, no que se refere a perda no Produto Interno Bruto (PIB). Não por causa das medidas, mas sim por conta da crise sanitária do novo coronavírus. Então R$ 8 bilhões de perda no PIB significa que nós estamos diante de um impacto fiscal de algo em torno de R$ 1,5 bilhão para o Governo do Estado”, declarou Dino.

Desde que iniciaram as medidas protetivas, o governador afirma que cada nova decisão sobre a restrição na circulação de pessoas e do funcionamento do comércio é baseada nos dados epidemiológicos, analisados todos os dias pelo comitê científico estadual.

“Não é meu desejo que atividades comerciais sejam interrompidas. Infelizmente são medidas necessárias neste momento, de grave crise sanitária, onde precisamos diariamente salvar cada vida que precisa de internações e leitos de UTI”, disse o governador ao declarar que nenhum sistema de saúde do mundo está preparado para receber tantos pacientes ao mesmo tempo.

Notícias relacionadas