menu

Pernambuco

14/04/2016


Danilo Gentili é condenado a pagar R$ 200 mil por ofensas a doadora de leite

por Paula Brasileiro

O humorista Danilo Gentili foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) a pagar uma indenização no valor de R$ 200 mil à técnica de enfermagem Michelle Maximino por danos morais.

A decisão saiu nessa quarta (13/4) e foi motivada pela veiculação de comentários a respeito de Michelle no programa Agora é tarde, da TV Bandeirantes, em outubro de 2013. Na ocasião, Danilo chamou a pernambucana de 'vaca' e a comparou ao ator pornô Kid Bengala. O humorista ainda pode recorrer.

Michelle Maximino era moradora do município de Quipapá, na Zona da Mata de Pernambuco, e ficou conhecida pelo alto volume de doação de leite humano. Ela chegou a doar 425, 3 litros no fim de fevereiro de 2016.

Após ter o nome divulgado em meio a comentários difamatórios, no programada de Gentili, a pernambucana alegou ter virado motivo de chacota em sua cidade, chegando a ter sido prejudicada em sua produção de leite devido à perturbação psicológica que sofreu. Após o incidente, a técnica de enfermagem se mudou com a família para o Recife.

O processo contra Danilo corria na justiça desde 2014, quando Michelle chegou a pedir uma indenização de R$ 1 milhão. Em outubro de 2013 o TJPE determinou que a Rede Bandeirantes pagasse multa diária de R$ 5 mil caso não retirasse da internet o trecho do programa no qual a pernambucana era citada.

Agora, a juíza Regina Célia de Albuquerque Maranhão, da 2ª vara Cível de Olinda, determinou a punição ao humorista sob a justificativa de que sua atitude tenha causado consequências graves. Danilo Gentili foi condenado a pagar R$ 200 mil reais à téncina de enfermagem mas ainda pode recorrer da decisão.
 

Notícias relacionadas