menu

Brasil

27/09/2013


Equipe de Dilma pode ter dois ministros de Campina Grande

PARAIBANOS

Caso a presidente Dilma aceite a indicação do nome do senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) para a Integração Nacional, a Esplanada passará a ter uma peculiaridade: dois ministros representando Campina Grande, na Paraíba. O outro é o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP). Os dois nasceram em Campina Grande e podem ser colegas de ministério, mas são adversários políticos na Paraíba. Um grupo disputa espaço com o outro acirradamente. Vital do Rêgo Filho é irmão de Veneziano Vital do Rêgo, ex-prefeito de Campina Grande e provável candidato do PMDB ao governo da Paraíba. O atual prefeito da cidade, Romero Rodrigues (PSDB) tem bom relacionamento com Aguinaldo Ribeiro e é recebido no gabinete do ministro em Brasília para discutir reivindicações da cidade.

O fato de os grupos de Ribeiro e Vital do Rêgo serem adversários, no entanto, não deve ser motivo para Dilma vetar a indicação. O PMDB no Senado conseguiu se unir para apresentar o nome. Se Vital tiver o apoio da bancada peemedebista na Câmara, ganhará ainda mais força. Vital, com bom trânsito no PT, é indicado para a vaga de Fernando Bezerra, que é do PSB e deixará o governo. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), travaram uma disputa pela indicação. Renan queria indicar o ex-prefeito de Arapiraca Luciano Barbosa (PMDB), que já foi ministro da Integração Nacional no governo Fernando Henrique. Dilma, antes de viajar a Nova York, havia pedido ao vice Michel Temer que o PMDB se unisse em torno da indicação. Vital foi presidente da Comissão Mista do Orçamento e da CPI do Cachoeira.

iG

Notícias relacionadas