menu

12/07/2018


Fachin homologa delação de oito ex-empregados da OAS

Oito ex-funcionários da empreiteira OAS, investigada na Lava Jato, tiveram seus acordos de colaboração premiada homologadas pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin. Os ex-empregados trabalhavam na área de ‘caixa 2’ da empresa e eram responsáveis pelo repasse de propina a políticos e operadores.

“O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin homologou o acordo de delação premiada de oito ex-empregados da empreiteira OAS que trabalhavam no setor responsável pelo caixa dois e pelos repasses de propinas da construtora. Após a homologação, os delatores passaram a colaborar com investigações em Brasília, Curitiba e São Paulo, em desdobramentos da Operação Lava Jato, e prestaram depoimentos na Operação Pedra no Caminho, que apura desvios em obras do trecho norte do Rodoanel de São Paulo.

Os colaboradores não ocupavam a cúpula da OAS, mas, por atuar na área de movimentação ilegal de dinheiro, conhecida internamente como controladoria, forneceram um grande volume de documentos que podem permitir a comprovação de crimes como corrupção e lavagem de dinheiro. Há um capítulo da delação que revela um rol de empresas contratadas como fornecedoras de serviços e equipamentos, mas que apenas vendiam notas fiscais com conteúdo falso para dar aspecto formal ao dinheiro ilegal.”

Brasil 247

Notícias relacionadas