menu

02/10/2019


Flávio Dino sanciona lei que íntegra museus do Maranhão

Ainda repercute o ato do governador Flávio Dino sancionando ontem, a lei que institui o Sistema Maranhense de Museus (SIMM). Por meio deste Sistema será possível interligar, de forma cooperada, os museus e casas de cultura do estado, facilitando a gestão dos espaços. Na oportunidade, também foi assinado o edital para lançamento da 1ª edição do Prêmio de Ocupação das Artes Visuais Amina Paula Barros, para selecionar projetos para exposição de curta duração. 

Durante a o encontro, que reuniu diretores das diversos espaços culturais de todo o estado, Flávio Dino destacou a importância da cultura para o desenvolvimento do Maranhão, como instrumento reflexivo, de conhecimento e emancipatório para a população. E é por isso, segundo o governador, que a cultura é sempre campo de investimento do Governo do Estado. “Estamos aqui reunidos para que possamos, juntos, celebrar mais um passo que damos para funcionalização da política cultural no estado”, pontuou o governador sobre o SIMM, que pretende facilitar a gestão, e assim, o funcionamento dos museus no Maranhão.

Com a implementação do Sistema, as instituições museológicas do Maranhão, públicas ou privadas, serão ligadas e articuladas. Será possível aperfeiçoar a assistência e apoiar com mais eficiência os projetos de cada museu, desenvolver ações, programas de capacitação de recursos humanos destinados à área e estimular a participação da iniciativa privada na alocação de recursos que possam garantir o aprimoramento e a manutenção do Sistema.

“A população e o turismo ganham com a integração entre os museus, já que com todas as atividades sendo realizadas em conjunto, será possível ser feita a melhor utilização do recurso público, que será investido da melhor forma possível e onde mais se precisa. Assim, tanto maranhenses, quanto os turistas que vem visitar o nosso estado poderão ter acesso a obras de qualidade e espaços melhores. É a democratização do acesso à cultura”, explicou o secretário de Estado de Cultura, Anderson Lindoso.

O SIMM será gerido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio do Museu Histórico e Artístico do Maranhão (MHAM) e estará integrado ao Sistema Brasileiro de Museus (SBM). Poderão integrar: museus ou entidades afins, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento, com acervos abertos ao público, que adquirem, pesquisam, conservam, comunicam, expõem e divulgam o patrimônio material e imaterial do ser humano e de seu meio ambiente, para fins culturais, educacionais, científicos, de preservação e de lazer.

Notícias relacionadas