menu

Piauí

03/05/2020


Governo do Piaui revela série de medidas para resolver COVID-19

  • O portal da Revista NORDESTE identifica a reação do Governo do Piauí adotando medidas para combater o Coronavirus, agora também com a inovadora pesquisa do Instituto Amostragem e Sec da Saúde, integrado com equipes de Municpios de 14 regiões do Estado, numa amostragem de 4.800 exames e entrevista e o resultado apontou um índice de contaminação no Piauí de 0,0156%.

O que significa que o número de contaminados é 8,5 vezes maior que os casos confirmados. Na data da pesquisa, cinco dias atrás, o Piauí tinha 600 casos de COVID 19 confirmados e pela pesquisa seriam 5.500 com o coronavírus.

Na próxima terça feira as equipes já voltam a campo para nova pesquisa o que já vai permitir saber qual a nossa taxa de transmissibilidade do coronavirus. No Brasil, segundo o cálculo do Imperial College London, do Reino Unido, a taxa de propagação do vírus seria de 2,8, o que é altíssimo.

“Significa que cada pessoa com COVID 19 transmite para quase outras 3, i que faz o crescimento ser exponencial. Demonstra o tamanho da falha no isolamento social” lembra dr José Noronha, médico intensivista, que coordena o Comitê Emergencial COVID 19 no Piauí e é parte do Comitê de Cientistas do NE.

“Pelos dados do Piauí é possível estimar uma reprodução próxima de 2,2 o que ainda é muito elevada. A ciência recomenda que a taxa de reprodução do vírus quando chega a 1 (R1) se tem chance do controle e permite estratégia para chegar a zero, que é o objetivo.” disse Wellington Dias, governador do Piauí. Mas, segundo o Dr João Batista Teles, professor da UFPI e que dirige o Instituto Amostragem do Piauí, somente a partir da segunda e terceira onda de pesquisa é que a taxa do Piauí ficará mais clara.

“Tudo que fazemos é para saber: em que município já chegou contaminação? Ali temos uma estratégia diferenciada, deixamos de trabalhar às cegas. Qual o nível de contaminação no Piauí ? Que regiões a cobfamunacai está mais elevada? Isto já permite planejar onde implantamos UTI ou leitos clínicos… é uma operação de guerra. Lutamos no Piauí todas as horas para evitar o colapso”.

Segundo dados, a grande aposta do Piauí é com a Pesquisa da TRON que desenvolveu modelo de respirador MADE IN Piauí.

 

“É um equipamento simples, em fase de testes e de análise pela Anvisa e com apoio da Sec da Saúde do Piauí, das entidades científicas e academia. Estamos desesperadamente precisando de Respiradores e as compras internacionais, além de preços elevados falham na entrega. E precisamos de mais 300 respiradores para o Piauí não entrar em colapso e apostamos na TRON”, disse o Sec da Saúde do Piauí Florentino Veras Neto. O Piauí através da Fundação de Pesquisa do Piauí e Vigilância Sanitária, trabalham para completar a Pesquisa.

 

Para concluir:

“Celebramos um contrato de R$ 1,8 milhão para a Pesquisa e vamos receber em respiradores para rede estadual de saúde, com o resultado positivo que acredutamos vai acontecer nos próximos dias. A TRON já teve o reconhecimento de modelo de máscara para profissionais da Saúde, inovador.” disse ele.

Notícias relacionadas