menu

Piauí

12/09/2019


Governo inicia semestre com entrega e retomada de obras no Piauí

Os setores beneficiados são assistência social, saúde, habitação, cidadania, esportes, segurança pública e mobilidade urbana.

O Governo do Estado está entregando à população importantes obras e ações e retomando outras em municípios de norte a sul do Piauí. Os setores beneficiados são assistência social, saúde, habitação, cidadania, esportes, segurança pública e mobilidade urbana.

Na assistência social, o governo entregou, em Castelo do Piauí, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social Danielly Rodrigues Feitosa, com investimento de R$ 25 mil.

No setor de saúde, o Estado entregou o primeiro ônibus “Cegonha da Mamãe” à Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina. Trata-se de um serviço de transporte gratuito para pacientes após a alta médica, garantindo que as mães e filhos possam chegar em casa com conforto e segurança.

A Secretaria da Saúde repassou ainda vans que auxiliarão na Estratégia da Saúde da Família nos municípios de Monsenhor Hipólito, Vera Mendes, Morro do Chapéu, Juazeiro do Piauí, Bonfim do Piauí, Angical e Simplício Mendes, Marcolândia, Joaquim Pires, Prata do Piauí, Inhuma, Canavieira e Jurema.

Em parceria com a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio do programa Passo à Frente, entregou 466 equipamentos no Território Vale dos Rios Piauí e Itaueira, incluindo 4 próteses; 39 órteses; 82 muletas; 182 calçados ortopédicos; 9 andadores; 71 cadeiras de rodas e 79 cadeiras de banho.

Na área de transportes, a Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans) finalizou as obras de construção da ponte sobre o rio Gameleira, entre os municípios de Beneditinos e Teresina, e que beneficiará também Prata do Piauí, Coivaras, Alto Longá, Pau D’arco, Santa Cruz dos Milagres e São Miguel da Baixa Grande. O valor da obra foi de R$ 3,6 milhões.

No setor de mobilidade urbana, o governo inaugurou a pavimentação poliédrica de várias ruas de Lagoa do Barro, São João do Piauí e Amarante. Nessas duas últimas cidades, o valor de cada obra foi de R$ 700 mil.

Ainda no setor de transportes, o Estado concluiu pavimentação asfáltica em Miguel Leão, com recursos de R$ 635 mil.

Em Oeiras, a Agência de Desenvolvimento da Habitação (ADH) entregou 95 unidades habitacionais para famílias de baixa renda.

No setor de segurança pública, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) inaugurou as novas instalações físicas na Penitenciária Feminina de Teresina.

Em Lagoa do Barro, foi entregue o sistema de abastecimento d’água do Programa Água Doce (PAD), uma obra do Emater em parceria com o Ministério do Meio Ambiente. O primeiro sistema de dessalinização na comunidade beneficia 50 famílias. A obra custou R$ 1,1 milhão.

Na área cultural, o destaque foi para a reforma e modernização da Casa Odilon Nunes de Amarante, a um investimento de quase R$ 400 mil.

Em Água Branca, o governador inaugurou a 15ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), um investimento de R$ 700 mil.

Retomada de importantes obras para o desenvolvimento do estado

Ao mesmo tempo em que entregou várias obras, o Governo do Estado deu início e retomou várias outras que estavam paralisadas, como a pavimentação asfáltica da PI-112, que dá acesso ao município de União, e a ponte sobre o riacho Riachão, no município de Lagoa Alegre. O investimento desta última é de R$ 1,1 milhão.

Em Luzilândia, estão em ritmo acelerado as obras de pavimentação em paralelepípedo do povoado Barrocão – 75% estão concluídas, com previsão de que sejam entregues em 60 dias. Executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), o valor da intervenção é de R$ 846 mil.

Em Morro do Chapéu, foi iniciada a segunda etapa de asfaltamento de ruas da área urbana – valor de cerca de R$ 538 mil.

Em Santana do Piauí, o governo autorizou obras de mobilidade urbana para o município e a construção da sede administrativa da prefeitura. Serão 14 mil m² de asfalto que o município deve receber. Atualmente, o DER recupera a PI 375 que liga a cidade ao município de Picos.

Outra ação estadual retomada é a conclusão de 15 quilômetros da pavimentação do trecho da PI 140 que liga os municípios de Dom Inocêncio e São Lourenço. Até agora, já foram asfaltados 59 quilômetros. O valor total da obra é de R$ 29,5 milhões.

Em São João do Piauí, o Centro Especializado de Reabilitação (CER II), que está com mais 40% das obras concluídas, vai beneficiar toda a região. O centro custa R$ 3 milhões.

Em São Julião, a Secretaria de Estado dos Transportes iniciou as obras de pavimentação asfáltica, ligando o município ao povoado Fujona, com 2,3 km de extensão e um valor de R$ 1,4 milhão.

Além dessa rodovia, há várias outras em andamento e a serem iniciadas, como as rodovias que ligam os municípios de Buriti dos Montes, no Piauí, a Crateús, no Ceará; a rodovia que liga Rio Grande do Piauí a Pavussu; trecho da rodovia que liga a BR-343 ao município de Cocal; além de obras de pavimentação de vias urbanas em todo o estado.

Antiga reivindicação dos municípios que compõem a macrorregião do Baixo Parnaíba, na região norte do estado, a pavimentação do trecho final da Rodovia PI-112, interligando as cidades de Miguel Alves e Porto, também teve suas obras retomadas. Restando apenas 560 metros para a conclusão dos 60 km da rodovia, o trecho em obras consiste na construção de três pontes de concreto armado e pavimentação asfáltica. O valor da obra é de R$ 2,5 milhões e deve ser entregue até o fim do mês de setembro.

Já em Teresina, os olhos estão voltados para a duplicação das BRs 316 e 343, por meio do Departamento de Estradas de Rodagens (DER). Os recursos são de R$ 66 milhões para 316 e R$ 39 milhões para 343. Na saída sul da capital, a duplicação terá 8,4 quilômetros e, na saída leste, de 9,67 quilômetros.

Por fim, a Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi) autorizou a reforma e ampliação do Complexo Esportivo de São João do Piauí.


Revista NORDESTE

Notícias relacionadas