menu

Brasil

22/10/2013


Instituto Royal vai doar alguns cães da raça beagle

LABORATÓRIO

Há esperança para alguns dos 178 cães da raça beagle libertados por ativistas do Instituto Royal, em São Roque (SP), na sexta-feira. O diretor científico do laboratório, João Antônio Pegas Henrique, disse ontem que os animais que já estavam sendo testados serão doados porque o processo não poderá ser retomado. Os que ainda estavam no chamado “estoque” — não tinham passado por testes —, se recuperados voltarão a ser usados como cobaias.

“Vamos seguir todas as normativas de ética e da Lei Arouca, que determina utilização de pesquisas de experimentação animal, para doar os cachorros que estavam em testes”, disse o diretor. Ainda não se sabe quantos animais poderão ser doados porque o Instituto Royal precisa fazer testes nos bichos que eventualmente retornem.

O deputado federal Ricardo Trípoli (PSDB-SP) retirou ontem da delegacia de São Roque duas fêmeas que haviam sido libertadas na sexta-feira. Ele passou a ser “fiel depositário” das duas. “As cadelas estão sob a guarda dele até que um juiz decida a destinação delas”, explicou Viviane Cabral, advogada do deputado.

iG São Paulo

Notícias relacionadas