menu

Brasil

28/10/2013


IPMN: Armando lidera todos os cenários para governo do estado

PERNAMBUCO

Após o rompimento da aliança do PTB e do PT com o PSB em Pernambuco, o quadro para as eleições a governador em 2014 começou a se delinear apresentando nomes cada vez mais concretos a postularem o cargo, ocupado atualmente por Eduardo Campos (PSB). Dados do levantamento, divulgado neste domingo (27), pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN) apontam que, se o processo eleitoral fosse hoje, o senador Armando Monteiro (PTB) seria eleito governador de Pernambuco no 1º turno, em quase todos os cenários. Um eventual 2º turno, de acordo com a amostra, aconteceria caso o PT lançasse uma candidatura própria, apresentando como postulante o deputado federal João Paulo.

Na disputa entre Armando, que tem possibilidade de ser o candidato apoiado pelo PT, e o ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (FBC-PSB), um dos mais indicados a ser o nome indicado por Eduardo, o senador teria 26% das intenções, enquanto FBC é citado por 12% dos entrevistados, no primeiro cenário estimulado.

Neste caso, 27% dos eleitores da Região Metropolitana do Recife (RMR) escolheriam Armando e 7% optariam por Bezerra Coelho. Já no Sertão, região de origem de Bezerra Coelho, o ex-ministro obtém um progresso nas intenções e aparece com 28% da preferência, porém ainda com o percentual menor do que o de Armando, 30%. Com a distância do pleito, somado ao fato das candidaturas não estarem portas, o total de intenções de voto branco/nulo (42%) e os que não souberam/não responderam (20%) chega a 62%.

iG Pernambuco

Notícias relacionadas