menu

Rio Grande do Norte

28/04/2016


Latam vai reduzir operações e sonho do Hub fica mais distante para RN

O sonho do hub do Nordeste, que o Rio Grande do Norte postula, está cada vez mais distantes. A Companhia aérea Latam, que controla a TAM no Brasil, apresentou terça-feira (26) aos acionistas em Santiago, no Chile, medidas de urgência para enfrentar a crise econômica e política brasileira.

A Latam é composta pela chilena LAN e a brasileira TAM. Entre as medidas anunciadas estão a redução de voos no Brasil e corte de ASK, que é o número de assentos por quilômetro, entre 8% e 10%.

Para os acionistas, a Latam apresentou que a crise brasileira é a maior dos últimos anos e que com a redução do PIB em 3,8% no ano passado, o cenário para 2016 não é dos mais animadores e deve se agravar.

A Latam informou ainda que vai em busca de destinos mais interessantes para sua operações mas sem prejudicar a conectividade com o Brasil, terceiro mercado aéreo do mundo com uma demanda de 98 milhões passageiros anuais.

Segundo a Companhia, Chile e Peru foram os mercados com melhor desempenho ano passado e a Argentina teve uma melhora de mercado com a mudança de governo, o que poderá ser uma alternativa à crise que a empresa passa no Brasil.

Desde o ano passado, os governos do Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco travam uma guerra declarada para sediar o hub da TAM no Nordeste. A companhia fez uma série de exigência aos três estados concorrentes para habilitar apenas um à sediar o hub. Anunciou que a escolha seria anunciada no final de 2015 mas depois desistiu e adiou os planos para este ano, mas sem nunca ter declarado problemas de receita das companhia para o adiamento. Ao longo desse tempo, a TAM teve perdas de perdas de 219 milhões de dólares.

Jornal Novo

Notícias relacionadas