menu

Brasil

23/04/2018


Membros de facção são presos enquanto preparavam possível chacina

Integrantes de uma facção criminosa foram presos em flagrante neste domingo, 22, no bairro Itaperi. Os quatro homens já respondiam por crimes e estavam se preparando para ataque contra organização rival. De acordo com as investigações da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), a retaliação seria motivada pelo assassinato de membro do grupo na manhã do mesmo dia.
Três dos integrantes da facção eram foragidos do sistema penitenciário do Estado. Albino Afonso Costa, 38, é foragido da CPPL 3, Mike Serafim de Almeida, 23, e Wellington Rodrigues, 18, são foragidos da cadeia pública de Quixeramobim. O outro homem, Renato Silva, 21, não é foragido, mas já responde por tráfico e receptação. Todos os suspeitos já foram autuados por tráfico anteriormente.
Para o delegado titular da Draco, Harley Filho, a ação da Polícia “evitou uma potencial chacina no bairro Serrinha”, onde o grupo rival fica localizado. Com os homens foram apreendidas mais de 200 munições de diferentes calibres, bem como oito armas de fogo. Dentre elas, três revólveres 38, duas pistolas .40, uma pistola de 9 mm e duas espingardas calibre 12. Além disso, um carro e uma moto foram recolhidos pela polícia. Balaclavas, roupas pretas, drogas, coquetéis molotov e 5 litros de gasolina também foram confiscados.
Ao receber informações de que os homens estariam reunidos para planejar um atentado a outro grupo, a Polícia conseguiu chegar até eles em casa no bairro Itaperi. “Depois dos ataques ocorridos em Fortaleza no fim de março, estamos focando em coibir e evitar esse tipo de ação”, informou o delegado adjunto Klever Farias. Entretanto, as investigações não apontam nenhuma relação entre os presos e as chacinas ocorridas nos bairros Benfica e Cajazeiras.
O Povo Online

Notícias relacionadas