menu

Brasil

30/09/2013


Ministro da Saúde vem a Salvador para visita a profissionais do Mais Médicos

BAHIA

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, visitou nessa sexta-feira (27/9), duas unidades de Saúde da Família (USF) situadas no Subúrbio que receberam profissionais do programa “Mais Médicos” do governo federal. Acompanhado do prefeito ACM Neto e da subsecretária de Saúde do Estado, Suzana Ribeiro, Padilha se reuniu com dois estrangeiros e uma brasileira que começaram a atuar há cerca de uma semana em Salvador.

De acordo com o ministro, o programa “Mais Médico” é uma das primeiras mudanças de muitas que ocorrerão no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo ele, a garantia de médicos atendendo em postos de saúde básica terá impactos positivos em todo o SUS.

“Isso vai diminuir filas em hospitais e prontos-socorros, além de valorizar os profissionais que se dispõem a trabalhar em comunidades carentes. Com o programa “Mais Médico”, aos poucos vamos mudando a realidade da saúde do país” destacou.

Os estrangeiros, o angolano Francisco Manoel Pegado e o português Raul dos Reis Ramalho estão trabalhando na unidade da Nova Constituinte no bairro de Periperi. A brasileira Helenita Yolanda Monte de Hollanda atua no posto do Alto do Cruzeiro, no bairro do Rio Sena. As duas unidades de saúde que passaram recentemente por reforma foram elogiadas pelo ministro.

Questionado sobre uma possível demissão de profissionais que atuam em cidades do interior e que seriam substituídos por médicos do programa, Padilha negou, informando que os médicos só serão demitidos caso não cumpra a carga horária estabelecida, ressaltando ainda que, a punição será aplicada não só aos médicos atuantes como também aos recém contratados tanto do exterior quanto brasileiros.

A médica Helenita que está atendendo no posto de saúde de Alto do Cruzeiro e vai coordenar uma equipe de saúde da família, ressaltou que as dificuldades que possa enfrentar futuramente serão recompensadas pelo sentimento de estar colaborando com a melhoria da saúde no bairro.

“Fui recebida com muito carinho pelos moradores da comunidade. O posto dar condições aos profissionais de prestar um bom atendimento á população. Estamos aqui para fazer a diferença e colocar em prática a estratégia de saúde da família, que é uma das melhores de nosso sistema”, destacou.

O secretario municipal da Saúde, José Antonio Rodrigues Alves, presente no encontro, informou que a Prefeitura entregará até o final do ano 17 unidades de saúde completamente reformadas e equipadas apenas no Subúrbio. Segundo ele, a previsão é que até março do próximo ano, 92 unidades sejam reformadas em toda a capital.

“Nosso objetivo é oferecer um atendimento de qualidade. E para que isso seja possível, todas as unidades de saúde vão passar por reforma. Nesses postos as pessoas terão acesso a pré-natal, planejamento familiar, marcação de consulta, medicamentos gratuitos, entre outros serviços”, destacou o secretário.

 

iG Bahia

Notícias relacionadas