menu

Brasil

12/04/2016


Ministro do PMDB diz que Impeachment é 3º turno

O discurso do ministro de Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, durante ato pela Educação no Palácio do Planalto nesta terça-feira 12 demonstrou o claro racha dentro do partido em relação ao impeachment. Ele questionou o motivo do impeachment se não há crime contra a presidente Dilma Rousseff e criticou ainda a fala do vice-presidente, Michel Temer, vazado ontem na imprensa.

"Vamos ganhar de novo, e espero que desta vez respeitem o resultado", afirmou Pansera sobre a votação do impeachment no plenário da Câmara, chamada por ele de "terceiro turno". Sobre o áudio de Temer, questionou: "Se é para manter os programas sociais e se não tem crime, qual o sentido do impeachment, se não é a disputa da política pela política?".

Pansera foi alvo de um pedido de expulsão de diretórios da legenda por ter decidido se manter no governo Dilma mesmo após o rompimento oficial da legenda com a presidente. Em sua fala, o ministro anunciou que ele, que é deputado, e mais dois ministros irão à Câmara votar a favor de Dilma. "Não passarão", pregou. Após sua fala, o ministro abraçou Dilma.

Notícias relacionadas