menu

Alagoas

21/10/2015


PF prende acusados de fraudar concursos do Judiciário no país

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 21, uma operação em Alagoas e outros quatro estados do país contra uma quadrilha especializada em fraudar concursos públicos do Poder Judiciário em todo o país. As investigações foram realizadas pela PF em Sorocoba e atinge além de Alagoas, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Rondônia.

Segundo a PF, a fraude foi detectada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que detectou irregularidades no concurso para o cargo de analista e técnico judiciário. Os candidatos suspeitos prestaram a prova em Sorocaba.

Os líderes da quadrilha monitoravam a abertura de editais e a partir daí eram inscritos candidatos interessados em ingressar mediante fraude e os “pilotos”, a quem caberia fotografar as provas, saiam após uma hora e repassavam para as pessoas responsáveis pela quadrilha, que informavam as respostas corretas por meio de um dispositivo intra-auricular do candidato. A Polícia Federal estima que os candidatos pagavam dez vezes o valor do salário do cargo pelas respostas da prova.

Os investigados deverão responder pelos crimes de organização criminosa e fraude em certames de interesse público, cujas penas vão de quatro a 12 anos. Em Alagoas, a operação acontece em Maceió e União dos Palmares e pelo menos uma pessoa já teria sido presa. Ainda de acordo com a PF, Alagoas seria o ‘núcleo’ da organização criminosa.

Cláudia Galvão
Alagoas 24horas

Notícias relacionadas