menu

Brasil

16/10/2013


Polícia prende um dos suspeitos de matar promotor

PERNAMBUCO

A polícia de Águas Belas prendeu no final desta terça (15) o suspeito de matar o promotor, Thiago Faria, 36 anos. O homem se encontra na delegacia do município, no Agreste de Pernambuco.

O secretário de defesa social, Wilson Damázio, apresentará detalhes sobre o caso na manhã desta quarta-feira (16), às 9h30, na sede da Secretaria de Defesa Social, no bairro de Santo Amaro, área cetral do Recife.

O promotor Thiago Faria de Godoy Magalhães foi assassinado na manhã de segunda-feira (14), quando dirigia seu carro em direção ao trabalho na PE-300, entre Águas Belas e Itaíba. De acordo com a polícia, o carro do promotor foi seguido por outro veículo escuro, modelo Fiat Uno, e depois do primeiro disparo teria sido bloqueado. Os assassinos teriam, então, executado o promotor com vários tiros de espingarda 12.

No momento do crime, ele estava acompanhado de sua noiva, a advogada Mysheva Freire Ferrão Martins, que depois do primeiro disparo, saiu do carro com alguns arranhões e foi medicada em um hospital de Itaíba. Um parente de Mysheva Martins também estava no veículo e consegiu sair ileso. A identidade dele não foi revelada pela polícia.

Thiago Godoy foi aprovado no último concurso público para Promotor de Justiça de Pernambuco, em 2008. Ele era graduado em Direito na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, com especializações em Direito Privado. Além da vida jurista, ele era autor de livros voltados para prova da OAB e para concurso públicos diversos. O promotor também escreveu diversos artigos publicados em Revistas especializadas, e era professor de cursinhos para concursos.

iG Pernambuco

Notícias relacionadas