menu

Sergipe

02/09/2016


Quatro ônibus são alvos de ataques

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) confirma que quatro ônibus foram alvo de ataques em Sergipe. Três desses aconteceram somente na noite de quinta-feira (1º) na capital Aracaju e nos municípios de Lagarto e Itabaiana, nesses dois últimos casos os veículos foram destruídos pelas chamas.

No interior, os ônibus foram incendiados quando estavam estacionados. Não há registro de feridos. O Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) investiga se os atos de vandalismo estão relacionados às ameaças que foram feitas por supostos presos, que gravaram vídeos e mensagens de áudio que circulam em redes sociais.

De acordo com a assessoria de comunicação da SSP, três jovens tentaram atear fogo em um ônibus escolar que estava estacionado no Conjunto Augusto Franco, no Bairro Farolândia, na capital. Policiais do Batalhão de Choque foram acionados, mas os suspeitos conseguiram fugir. Apesar da tentativa, o fogo só atingiu uma poltrona. O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) foi acionado e impediu a propagação das chamas.

SSP intensifica ação

A divulgação de fotos e áudios através de uma rede social, feitos por supostos presos do Complexo Penitenciário Doutor Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão, deixou a população apreensiva.

Na noite de quinta-feira (1º) pelo menos mais dois boatos de ataques a ônibus se espalharam na internet. As informações falsas eram de que um veículo havia sido queimado na região da Orla da Atalaia, ponto turístico de Aracaju, e outro no município de Itaporanga d’Ajuda.

Sobre isso, a assessoria de comunicação da SSP informou que está realizando trabalho de monitoramento e de ação contra possíveis atos de vandalismo. “Há um número grande de informações mentirosas e irresponsáveis sendo divulgadas por pessoas mal intencionadas que têm o interesse único de causar pânico à população. Ressaltamos que os indivíduos que estão divulgando inverdades serão também monitorados e, caso haja comprovação da participação nestas publicações, poderão responder a inquérito policial”, divulgou através de nota oficial a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe.

A Polícia Militar pode ser acionada através do telefone 190 ou passar informações anonimamente sobre os infratores através do Disque Denúncia 181.

Jornal da Cidade

Notícias relacionadas