menu

01/08/2019


Quatro participantes da briga entre facções são encontrados mortos com sinais de sufocamento

Por Thais Rezende e Gabriela Azevedo,
– G1 PA — Belém

Quatro envolvidos na briga entre facções que resultou no massacre do presídio de Altamira foram mortos durante o transporte para Belém, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup). Com isso, o número de mortos no confronto chega a 62.

O governo do Pará apura as circunstâncias em que os crimes ocorreram. As mortes foram entre entre os municípios de Novo Repartimento e Marabá, entre as 19h terça-feira (30) e 1h desta quarta (31). Os presos eram levados algemados dentro de um caminhão, dividido em duas celas.

Os corpos foram encontrados na manhã desta quarta (31) com sinais de sufocamento, conforme informou a Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe). O órgão não deu detalhes de como ocorreu o sufocamento.

Por volta de 16h de quarta-feira, o governo divulgou o nome dos mortos:

Dhenison de Souza Ferreira
José Ítalo Meireles Oliveira
Valdenildo Moreira Mendes
Werik de Sousa Lima

De acordo com a Segup, os mortos são da mesma facção (Comando Classe A) e ocupavam a mesma cela no Centro de Recuperação Regional de Altamira.

Foi essa facção que atacou integrantes do Comando Vermelho, facção rival. Os outros 26 presos que estavam no veículo e que seriam levados para a capital foram colocados em isolamento e serão ouvidos pela polícia.

Notícias relacionadas