menu

Brasil

12/07/2016


“Queda da inflação é resultado do meu Governo”, afirma Dilma

A presidente eleita Dilma Rousseff fez um discreto elogio a Henrique Meirelles, ministro da Fazenda do governo do vice-presidente em exercício Michel Temer. Apesar disto, ela criticou duramente a política econômica do governo Temer e afirmou que a queda na trajetória inflacionária se deve a medidas adotadas por ela antes do processo de impeachment. As condições para a inflação cair foram sendo construídas durante meu governo", afirmou.

Dilma, que concedeu entrevista nesta terça-feira (12) à Rádio Capital, de São Paulo, foi questionada pelo fato de não ter indicado Meirelles para o Ministério da Fazenda, conforme havia sido sugerido por membros da sua equipe econômica e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma respondeu apenas que o economista "é uma pessoa competente na área dele e completou que "não considera que Henrique Meirelles representa este governo (Gestão de Michel Temer) como um todo".

Segundo ela, a meta fiscal estabelecida por Temer, que prevê um déficit de R$ 170,6 bilhões para este exercício, é uma espécie de "cheque em branco" e que "se sabe que o déficit não era deste tamanho".

Na entrevista, Dilma também criticou o golpe parlamentar contra o seu governo e afirmou acreditar que irá reverter o processo de impeachment em agosto, quando o Senado deverá votar o processo sobre o seu afastamento definitivo. "Quando voltar, vou ter de enxugar muita coisa, tem muita coisa errada sendo feita", observou. "Tenho uma obrigação e missão, porque o Brasil passou por uma ruptura democrática e sou responsável por colar isto de volta", assegurou.

Notícias relacionadas