menu

Brasil

30/10/2013


Relator defende texto restrito sobre voto aberto para continuar luta no Senado

POLÍTICA

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) defenderá a manutenção do texto atual da PEC 196/12 para colocar fim às votações secretas em decisões sobre cassação de mandato.

Ele reconhece que o texto é restrito e defende o fim das votações secretas em todos os casos, mas diz que a melhor estratégia é aprovar a PEC do jeito que está sob o argumento de que ela já está na reta final de sua tramitação, já foi votada duas vezes no Senado.

Se o texto for modificado, terá de retornar para apreciação do Senado. Ao mesmo tempo, existe uma proposta mais ampla, que acaba com o voto secreto para todas as votações tramitando no Senado.

Macris diz que uma coisa não atrapalha a outra e que, aprovado o texto mais restrito, será possível continuar a articulação pela proposta mais ampla com a garantia do fim do voto secreto em pelo menos um caso.

“Se tiver qualquer mudança, terá de voltar ao Senado e aí atrasa novamente”, disse o tucano.

 

iG Poder

Notícias relacionadas