menu

Alagoas

14/08/2018


Renan conquistou 100 prefeitos que apoiam sua reeleição

Candidato à reeleição para o governo de Alagoas, Renan Filho (MDB) conseguiu conquistar cerca de 100 prefeitos alagoanos, que apoiam mais quatro anos de mandato emedebista à frente do Estado.

A informação foi passada pelo presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), o prefeito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley. Segundo ele, Renan passou credibilidade durante seu governo, dando atenção necessária aos pleitos municipais.

De certo, Renan soube “costurar” a simpatia dos gestores. Ao lado do pai, Renan Calheiros, e dos deputados federais (e ex-ministros de Temer) Maurício Quintella, Marx Beltrão, além do deputado Ronaldo Lessa, a chapa foi tomando forma e agradando aqui e acolá.

Segundo Hugo Wanderley, dos 102 prefeitos alagoanos cerca de 100 apoiam a candidatura do governador Renan Filho. Estariam fora desse pacote apenas as prefeituras de Maceió e de Arapiraca, ambas do PSDB.

“Nesses últimos anos, em meio à crise financeira mais grave que o Brasil já viu, o apoio do governo do Estado acalentou o sofrimento dos municípios. Alagoas é um Estado que hoje tem recursos para investir, e tem investido principalmente nas pessoas que estão no interior e que mais precisam dessa atenção”, avalia Wanderley.

O prefeito de Cacimbinhas destaca ainda que no último período os repasses do governo federal às prefeituras foram cada vez menores e que o governo do Estado assumiu a responsabilidade, muitas vezes substituindo o governo federal no apoio aos projetos municipais.

Para Wanderley, outras características de Renan Filho, como sua frequente presença nos municípios, também ajudaram o governador a ampliar suas bases políticas no interior do Estado.

“Sabemos que o governador tem uma agenda dura, difícil. Mesmo assim, ele esteve sempre nos municípios, ouvindo os prefeitos e as pessoas. Sempre muito acessível mesmo por telefone. Renan Filho responde a cada problema enfrentado pelos prefeitos, a cada demanda, de forma republicana, sem considerar diferenças partidárias ou ideológicas, preocupado com os habitantes de cada cidade. Nesse aspecto, a gestão do governador é diferenciada”, observa o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos.

Oposição

Apesar de ter conquistado os gestores municipais, Renan ainda tem pela frente o adversário Fernando Collor (PTC), que vai fazer oposição na disputa eleitoral pelo governo de Alagoas. Os dois encabeçam a corrida nas urnas e, para quem achava que poderia ser fácil a reeleição e continuação do atual governo, não será fácil.

Collor tem como vice Kelman Vieira (PSDB), dessa forma, oficialmente, apenas os prefeitos de Maceió, Rui Palmeira, e do município de Arapiraca, Rogério Teófilo, ambos do PSDB, estariam apoiando a chapa de oposição. O grupo de oposição é formado também pelo senador Biu de Lira (PP), que busca a reeleição, e do deputado federal Arthur Lira.

Jornal de Alagoas

Notícias relacionadas