menu

Bahia

23/04/2020


Rui Costa se reúne com prefeitos e discute ações de combate ao coronavírus

Medidas visam conter o avanço do novo coronavírus na Bahia.
O governador Rui Costa se reuniu por videoconferência, na noite desta quarta-feira (22), com prefeitos de 12 cidades baianas para discutir atualizações relacionadas às medidas que visam conter o avanço do novo coronavírus na Bahia. O debate sobre as ações levou em consideração o cenário encontrado em cada um dos municípios e nos territórios nos quais estão inseridos, que são Médio Rio de Contas, Vale do Jiquiriçá e Baixo Sul.
O governador iniciou a conversa com os prefeitos de Aiquara, Barra do Rocha, Cravolândia, Gandu, Gongogi, Ibirataia, Ipiaú, Itagi, Itabibá, Jaguaquara, Jequié e Ubatã falando sobre a importância de manter as medidas de isolamento e, assim, a curva de aparecimento de novos casos estabilizada.
“Até aqui, temos conseguido êxito no nosso objetivo, que é fazer com que a curva de contágio não tenha uma grande inclinação. A Bahia é o quarto maior estado em população, mas ocupamos somente a 19ª posição em taxa de contágio. Pretendemos, com o apoio das prefeituras, chegar a 1,2 mil novos leitos de UTI dedicados ao tratamento de casos confirmados da Covid-19, na capital e no interior, número capaz de atender a demanda até o final da crise, caso a curva se mantenha estável”, afirmou Rui.
Canal aberto
Cada um dos gestores municipais citou as ações que estão sendo executadas e as dificuldades que vêm se apresentando ao longo da batalha contra a doença. Todos fizeram questão de ressaltar que aprovam a condução do Estado durante a crise e que ter um canal aberto de diálogo com o governador e os gestores da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) tem sido essencial para lutar, com serenidade, contra o avanço do novo coronavírus em todo o território estadual.
O prefeito de Barra do Rocha, conhecido como Professor Léo, destacou que essa comunicação está ativa desde o início. “Estamos em uma guerra com um inimigo oculto. Por isso, seguimos atentos a tudo que está sendo proposto pelo Estado, tendo, inclusive, encomendado máscaras para toda a população. Atualmente, temos quatro casos confirmados e, logo no primeiro que apareceu, pudemos contar com o apoio imediato do governador e da Sesab. Acredito que esse diálogo constante é importante para vencermos essa luta”, comentou.
A prefeita de Cravolândia, Ivete Soares, lembrou que, apesar das medidas restritivas tomadas desde o início, a cidade já possui dois casos confirmados. Ela foi questionada pelo governador sobre o controle do isolamento das pessoas que testaram positivo. “Conseguimos identificar todas as pessoas com quem esses pacientes tiveram contato e estamos monitorando a situação. Montamos um comitê de crise e continuamos a seguir à risca todas as orientações do governo estadual”, garantiu a gestora.
Durante a reunião, ainda foram discutidos temas como a utilização de máscaras, a aquisição de outros equipamentos de proteção individual, a abertura total ou parcial do comércio, pedidos de testes rápidos e a utilização de estruturas geridas pelas prefeituras como centros de triagem ou unidades regionais de referência para o tratamento de casos graves no interior. O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, a subsecretária da pasta, Tereza Paim, e o secretário-executivo do Consórcio do Nordeste, Carlos Gabas, também participaram da videoconferência.

Notícias relacionadas