menu

Internacional

20/03/2018


Sarkozy é detido por suborno e financiamento irregular da campanha

O ex-Presidente francês Nicolas Sarkozy foi detido na manhã desta terça-feira (20) para ser interrogado pela polícia no âmbito de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha eleitoral em 2007.

Segundo o jornal francês Le Monde, há suspeitas de que houve  financiamento ilícito do governo da Líbia na campanha vitoriosa de Sarkozy em 2007.

O mesmo jornal indica que a detenção do ex-Presidente pode durar 48 horas, período após o qual pode ser apresentado a juízes para ser formalmente acusado.

Esta é a primeira vez que Sarkozy é interrogado sobre este caso, depois de em Abril de 2013 ter sido aberto um inquérito judicial para apurar se o regime líbio, então liderado por Muammar Kadhafi, financiou a campanha de Sarkozy, na qual o conservador venceu a socialista Ségolène Royal.

Sarkozy está detido na delegacia de Nanterre.

O escândalo deflagrou na primavera de 2012 por Sarkozy ter alegadamente recebido apoio financeiro do ex-líder da Líbia Muammar Kadhafi. A edição francesa Mediapart publicou documentos, segundo os quais a Líbia teria transferido 50 milhões de euros (202 milhões de reais) para a campanha eleitoral de Sarkozy antes das eleições presidenciais em 2007.

Além disso, os investigadores acusaram Sarkozy de receber subornos, de usar o cargo oficial para fins pessoais e de ocultar a violação do segredo de Estado.

Nicolas Sarkozy foi presidente da França de 2007 a 2012.

Brasil 247

Notícias relacionadas