menu

Brasil

01/10/2013


Serra teve conversas com Aécio e Alckmin

Nos últimos dias, o ex-governador José Serra teve uma conversa particular com senador mineiro e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (PSDB). Também esteve em reservado com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Nos dois casos, o ex-governador paulista disse que ainda não se decidiu sobre a possibilidade de deixar o PSDB.

De Aécio, Serra ouviu novamente que o partido o considera peça fundamental da campanha eleitoral do ano que vem. Já na conversa com Alckmin, Serra reforçou que, seja qual for seu destino, vai apoiar incondicionalmente a candidatura do tucano à reeleição para o Palácio dos Bandeirantes.

Quem ouviu relatos das conversas diz que Serra não escondeu de nenhum dos dois que está descontente com o PSDB. Colegas de partido esperam que ele dê uma resposta aos principais líderes tucanos entre hoje e amanhã.

Aliados analisam ‘pistas’ de José Serra
Quem é próximo do ex-governador de São Paulo José Serra está contando os dias para saber o que será do tucano a partir da próxima semana. Seguindo o tradicional script de só anunciar qualquer coisa na última hora, Serra deixou para esta semana a definição sobre se sai ou fica no PSDB.

Um aliado de primeira hora avalia que todas as “pistas” dada por Serra nos últimos dias indicam que ele deve mesmo deixar o PSDB para se candidatar ao Palácio do Planalto pelo PPS. Mas, por enquanto, ninguém se arrisca a bancar a aposta.
 

iG Poder

Notícias relacionadas